Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2015

Essa insanidade que é ser mãe...

Agora sou mãe. Não foi de uma hora pra outra. Foi planejado, pelo menos estávamos ensaiando ter um bebê há bastante tempo. Preparei-me psicologicamente para isso (o que não adianta absolutamente nada, já que a maternidade chega e te arrebenta de emoções!) e a hora enfim, chegou. Agora, meu tempo que já era um fiapo, mirrou-se de vez. Estou de licença maternidade, mas completamente envolvida no enorme trabalho que é cuidar de um bebê. Quem é mãe sabe bem do que estou falando e principalmente da loucura que são os dois primeiros meses. Não há tempo para dormidas, comidas, namoros, banhos demorados, cabelos penteados e muito menos para roupas passadas.  Só há tempo para se doar, aprender, para refletir e amar. Amar é a palavra da vez e você faz isso sem perceber.  Você dá amor em mínimas ações e se cobra por não amar mais (e me pergunto: é possível amar mais?). Desde a gravidez as mudanças são muito profundas. Quando o bebê nasce um amor infinito invade nosso corpo e alma sendo impossí…