Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2014

Exposição Ron Mueck - espanto e genialidade!

Ron Mueck é australiano e autor dessas obras impressionantemente reais. São esculturas em tamanhos variados. Na verdade, são em tamanhos monumentais ou mesmo muito menores que os de uma pessoa de estatura média.
Utiliza materiais diversos para chegar aos perfeitos detalhes: fibra de vidro, resina, acrílico e silicone à partir de um modelo em argila. Os detalhes como veias, pelos, rugas, unhas, só pra falar do que mais me chamou a atenção, são incríveis.
O excesso de realismo é o que de fato mais impressiona, sem falar é claro, no contexto em que o artista te leva a pensar, como o porquê, qual a motivação e em que situação aquele personagem estaria sendo retratado.
Cada obra te leva a pensar em alguma coisa diferente, mas com a mesma admiração e espanto que você observa todas.

Vi uma matéria sobre esse artista ano passado em algum canal pago e me interessei. Este ano, já esteve em cartaz no Rio de Janeiro e confesso que estava ansiosa para que chegasse por aqui.

O problema são sempre …

O caldo na saída da balada!

A mania de tomar caldos após as baladas vem de longe. Mesmo São Luís sendo uma terra quente, com temperaturas que ultrapassam facilmente os 30 graus, tomar caldos nada tem a ver com o fato da iguaria aquecer o corpo e sim, à possibilidade de recompor as energias e preparar o corpo para outras e outras festas. Ludovicense adora diversão, aprecia sair e se divertir, mas a festa só está completa quando na volta pra casa dá pra parar e tomar um “caldinho”. Assim, o corpo se fortalece e se prepara para uma provável ressaca da melhor maneira possível. Muito antes de a cidade oferecer aos seus cidadãos várias “casas de caldo”, eu já tomava caldinhos na casa da mamãe para repor as energias e expulsar a preguiça. Lembro que aos domingos já acordávamos com o cheirinho vindo da cozinha. A mamãe sempre acordou mais cedo para deixar tudo pronto. Aos poucos os amigos iam chegando para aproveitar a iguaria feita com muito carinho e sabor. A “suadeira” era inevitável, assim como as cervejinhas após tudo…

Ócio Baby

Gente, estou falando sobre a gravidez e o Vicenzo em outro blog.
Passem lá para dar uma olhada: chama Ócio Baby e por enquanto tem apenas três textinhos básicos, mas prometo que irei falar mais e mais...
Passa lá, vai?

Castelo Rá-Tim-Bum, a exposição.

O Castelo Rá-Tim-Bum foi um marco para várias gerações depois da minha.
Embora soubesse da existência e de vez em quando desse uma olhada na Tv Cultura, não acompanhei. Era muito educativo para mim, que já tinha meus 18, 19, 20 anos e como toda pessoa com essa idade, tinha a certeza de que já sabia tudo nessa vida.

Depois que o programa acabou, sempre ouvi excelentes críticas, longas matérias falando da importância pedagógica do programa e de tudo o que representou para pelo menos, umas três gerações e sempre quis saber um pouco mais sobre esse clássico nacional.

A exposição que está no Museu da Imagem e do Som - Mis, é um sucesso. Estava programada para ficar em cartaz até 12 de outubro, mas pelo buxixo que causou, abriram novos lotes de venda na internet (e graças à Marcela que me avisou bem na hora, conseguimos comprar num lote de 180 ingressos) e ficará até 25 de janeiro de 2015.

A exposição é muito divertida.
Devo imaginar a alegria e emoção daqueles que viveram aquela época e q…

Festinha Nordestina no dia do Saci!

Sexta foi um dia engraçado!
Além de ser o Dia do Saci aqui no Brasil e das Bruxas pelo mundo afora, tivemos uma festinha nordestina aqui no trabalho.
Quando agendamos essa festinha, nem imaginávamos que o Brasil iria estar repartido por causa das eleições. O bom disso tudo é que antes de dividirem o Brasil e eu ter que voltar pra minha terra, deixei os meninos do trabalho experimentarem algumas delícias nossas.
Inventei um cardápio meio nordestino meio paulistano para poder contemplar aqueles que não gostam ou não estão acostumados a comer camarão, macaxeira, leite de coco e dendê.

Tentei ao máximo deixar a coisa mais palatável para todos, mas sempre com um toque de Nordeste, que é inconfundível.
Para animar ainda mais, trouxemos uns acessórios de cangaço, além de boinas de reggae pra deixar a coisa mais divertida ainda. E porque Reggae, mesmo?
Ah sim, porque muita gente não sabe, mas São Luís, capital do Maranhão é a única capital do Nordeste que tem influências caribenhas e por iss…