domingo, 3 de novembro de 2013

Aparecida, do tamanho da sua fé!


Aparecida, em São Paulo, é um dos maiores centros de fé católica do Brasil.
O que te move até lá é muito pessoal. Cada uma das pessoas que por lá encontramos, tinha uma história, uma superação ou um agradecimento a Deus e a Nossa Senhora Aparecida, sobre uma graça alcançada.
O município é simples. Não tem grande estrutura e o grande destaque é sem dúvida a enorme quantidade de gente que passa por lá diariamente.

Fomos num domingo que é um dia típico para esse tipo de passeio, logo a cidade estava fervendo de gente e fervendo também e principalmente, pela temperatura que passava dos 30º. Verdade verdadeira, a cidade estava sufocante.
Andávamos de um lado para o outro e o calor nos tirava um pouco do rumo. Não tinha água que fizesse a sede passar, tampouco hidratar.

A Basílica é gigante e linda e mesmo assim não consegue acomodar todos que a procuram para estarem mais próximos de Deus e de Nossa Senhora Aparecida.
A arquitetura é digna de elogios e tem uma nave central dividida em 4 eixos que culminam com um altar central e circular, onde ficam o padre, arcebispo e assistentes.
Os bancos típicos de igreja coexistem com pessoas sentadas no chão em todos os ambientes. Os romeiros estão em toda Aparecida vindos de todos os lugares e contam com um centro de acolhimento com banheiros, fraldário, um espaço de oração e opções de entretenimento.

O ponto alto da visita a Aparecida, além da visita à Basílica nova, é a visita à antiga igreja e para isso é necessário atravessar uma passarela. 
A passarela tem 392 metros e os fieis a utilizam como pagamento de promessas. 
Enquanto atravessávamos, vimos uma senhora de joelhos descendo e um rapaz finalizando sua subida, também de joelhos.
Ver essas expressões de fé mexeu com o meu coração. Muito mesmo.






O centro de apoio ao romeiro fica sempre lotado. De lá também saem ônibus para cidades próximas 

Vista lateral externa da Basílica

Basílica vista da passarela


Dentro da Basílica. Aquela imagem dourada no centro é a imagem original de Nossa Senhora Aparecida.
Pequenininha no tamanho e grande em seu poder

Vista interna da Basílica

O tamanho de tudo assusta um pouco, mas aos poucos você vai vendo sinais de organização.
Em todos os espaços existem centrais para marcação de missas, batizados, informações turísticas, informações sobre a programação da igreja, dentre outros.

Velário

Por todos os lados você encontra souvernirs religiosos. Alguns bem bacanões, outros nem tanto


A imagem de Nossa Senhora Aparecida, é claro, é a imagem mais procurada. Existe desde aquele pititica até as de 1,5 metro. São bem caras e o preço é definido pelo luxo (ou não) do manto
Essa imagem fica no morro que circunda a cidade. Anuncia de longe que ali é Aparecida

De todos os detalhes que vi, essa frase me fez rir e repetir com o maridão diversas vezes. Compramos várias. A garrafinha imita o desenho da imagem da santa
Eis a imagem que todos vão cultuar.
Para vê-la, fica-se numa fila organizada por separadores de fluxo até passar na frente dela. Em alguns segundos você agradece e pede proteção.

Seu Italo e D. Ana, companheiros nessas empreitadas...

Antiga igreja de Aparecida. Também tem imagem, bastante gente e tem fila

Antiga Basílica por dentro. Gosto bem de igrejas tradicionais!

Geral da cidade e da Basílica.

De acordo com o Instituto Genovesi de Pesquisa (Maridão e Seu Italo), tinham pelo menos 500 ônibus com romeiros em Aparecida.

A fé da gente não tem tamanho e não tem medida. É ela que nos move e foi ela que nos moveu até lá.

Nenhum comentário: