segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Ela, a ressaca.

- Nossa! fazia tempo que eu não te encontrava...
- Pois é, estava sentindo falta.
- Eu não. Não estava sentindo falta nenhuma, desculpa a  franqueza. Adoro os momentos que antecedem sua chegada, mas quando você chega, fico um lixo!
- Nossa, assim você me ofende!
- É a mais pura verdade. Não dá pra negar isso, olhando pra essa minha cara no espelho. Olha que horror?
- Você mesmo vive falando que a vida é feita de momentos. E o que dizer de vocês dois dançando no quarto de madrugada com a música dos Stones altíssima? E o papo atualizado com sua amiga?
- Ah não vem não. Isso é golpe baixo!
- Nada disso. Só estou te rememorando o que aconteceu no auge da alegria.
- Eu sei... mas daria para ter tudo isso sem ter que te encontrar depois.
- Ah meu bem, mas aí é que está a questão. Eu vou aparecer sempre. Não admito não participar desses momentos. Sou assim.
- Você é uma cretina, uma egoísta, uma intrometida, isso sim.
-  Rarara (e soltou um sorriso meio Clodovil)
- Hunf! Torci a boca com um certo descaso.

Nenhum comentário: