domingo, 30 de junho de 2013

São João em pequenos vídeos

Ei você que acha que cultura tem tamanho e que algumas são maiores que outras, por favor, vá para outro blog! Não me interessa ter você por aqui!

Você que não sabe o que são as manifestações dos vídeos, não tente gostar de primeira! Só que nasce ouvindo isso, tem amor.

Mas você que tem curiosidade e vontade de ver coisas novas, pode sim, assistir e apreciar.

E você, que se interessa pela diversidade do mundo, que entende que cada povo tem suas crenças, seus valores e seu modo peculiar de viver, se estiver disposto,veja os vídeos.

No Maranhão, no São João não só tem forró, como nas outras regiões do Nordeste. Nossa principal atração é o Bumba-meu-boi, uma manifestação cultural criada pelos negros e índios que habitavam aquela região há muito tempo atrás.

O bumba-meu-boi tem vários sotaques, ou seja, vários ritmos de embalam as cantorias e as danças. Cada sotaque tem uma peculiaridade e isso é o mais bacana de tudo.
As danças são adornadas com bailarinos que treinam quase que o ano todo frenéticas coreografias. Estão em sua maioria com roupas de índios e vaqueiros, já que a dança encena causos acontecidos nas fazendas de gado, por isso o boi é o artista principal.

O mês de junho é uma festança só e todas as pessoas se programam para curtir o São João todas as noites. É um mês "puxado", por assim dizer. Fazendo uma comparação meio chinfrim, imagina um carnaval com duração de 15 dias. É isso, só que em ritmo de toadas e danças.

O maranhense se aproveita do ritmo natural que tem, da facilidade de mexer os quadris e da paixão pela música e passa o mês inteiro em festa. Ô delícia.

Este ano não pude estar presente. A cada dia que passou do mês de junho, lembrava dos detalhes dos arraiais... Os amigos, que são sempre queridos, mandaram uns vídeos pra eu ir compartilhando, lembrando e matando a saudade.

Esse primeiro é o Boi Famosão de São João, de Humberto de Campos, nada menos que da cidade da minha avó e de onde passei parte da minha infância e adolescência. É diferente, pois tem um tamanho maior do que os outros bois. O sotaque é de matraca, instrumento típico da Ilha de São Luís.
Foi enviado por Liliane Verde, amiga de longas datas...




Esse segundo vídeo, é do Boi de Nina Rodrigues, de sotaque de orquestra, onde os instrumentos de sopro são a maior característica. A música é sucesso em São Luís e foi enviado por Patrícia Arantes, outra amiga de longas datas e farras.



Obrigada meninas. Eles alegraram muito o meu coração!

Hoje é dia de São Marçal, santo festeiro que encerra as festas juninas em São Luís.
Devem ter milhares de pessoas reunidas agora no bairro do João Paulo e se despedindo das festanças...
Valeu boi!

Um comentário:

Anônimo disse...

Obrigada vc querida ,pra vc lembrar das ferias q passávamos em Humberto de Campos,oh tempo bom Bia .<3
Liliane Verde