sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Bar Brasil - um dos patrimônios do Rio de Janeiro!


Você entra e vê um gigante pé direito e não acredita que está num sobradão do século passado, onde os espaços eram a primeira necessidade dos seres viventes. 

O salão é espaçoso mesmo e sem muito "pra quê isso". Você se sente bem livre no ambiente, podendo até achar estranho no começo da sua aventura, porque está acostumado a botecos, bares e restaurantes apertados e escuros.

Sou muito suspeita pra falar de coisas antigas. Gosto e pronto! Sinto-me à vontade nesses lugares e basta ver um garçom com mais de 20 anos de "casa" pra eu me alvoroçar toda e pedir pra tirar foto.

Em nossa última viagem ao Rio de Janeiro fomos (meio sem querer) ao Bar Brasil, restaurante e bar alemão fincado desde 1907 na Lapa.

Primeiro chegamos na Lapa e tava tendo show da Preta Gil com umas 500 mil pessoas curtindo loucamente.   Passado o susto e o sufoco para atravessar a multidão ensandecida, fomos para a Rua Mem de Sá, buscar um lugar para sentar, bater papo, comer e beber.

Depois de muita procura e muita "bateção" de perna, achamos o Bar Brasil, que por coincidência (ou não) tinha lugar para 6 (outra linda e bacana coincidência foi encontrar no Rio de Janeiro a Kátia e o Rapha, casal de amigos que fizemos em Cuba)!

O Bar Brasil está na lista dos Bares Tombados pela Prefeitura do Rio de Janeiro como Patrimônio Cultural Carioca e eu estava louquinha pra conhecer!

Adorei a experiência. Gostei muito do ambiente, das pessoas, e principalmente da comida. As porções são enormes e com preços honestos.

Os clássicos deles são o Kassler (com chucrute, tutu, arroz e couve, salada de batata ou arroz de lentilhas), além dos bolos de carne com arroz de lentilha.

Só saímos de lá porque fechou!
Ele é um bar comportado, sabem? Só fica até meia-noite.


Bar Alemão, entradas alemãs!

Quadros do artista plástico Jorge Selarón, que foi encontrado morto recentemente.

Ambiente simplão, mas funcional!

O balcão é uma atração à parte

Tomamos uns chopps e algumas águas, que a essa altura, já se faziam necessárias...

Por uma falha gravíssima minha, perdi o nome do Garçom que está na foto. Ele tem 40 anos de "casa" e como muitos outros pelos quais eu sou apaixonada, faz o famoso alicate para servir a comida!

Fachada do Restaurante

Uma tranquilidade... Nem parece que lá fora tava "pegando fogo".


Pedimos uma porção individual de bolo de carne. Comem duas pessoas tranquilamente.
O prato clássico é com arroz de lentilhas, mas por causa do maridão, que não come feijão e seus parentes, trocamos por arroz branco.
O arroz é daqueles de botecão mesmo, com os grãos grandes, soltos e não muito moles. Gosto bem!

Podem acreditar, mas a Lapa estava desse jeitinho aí, completamente lotada, um calor e um completo desespero.
Não, não é legal quando está assim!


Bar Brasil, Av. Mem de Sá, 90. Lapa, Rio de Janeiro.
(21) 2509-5943

3 comentários:

Ludimila Matos disse...

O bolo de carne é uma delícia!

Vinicius Marins disse...

Olá! O nome do garçon é Adalto! :)

Ócio, viagens e gastronomia disse...

Muito obrigada Vinicius!