segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Enrolada

Tenho andado muito atarefada.
Não só com questões profissionais, mas também em relação às atividades domésticas, das quais adoro muito fazer.
Tive uma semana passada cheia de compromissos de trabalho que me deram uma canseira daquelas e as noites foram usadas para o descanso o corpo e da alma.
E nessa de ficar descansado, as atividades "do lar" foram se acumulando a ponto de ontem eu só terminar a arrumação do apzito perto das 21h. Ser dona de casa me dá muito prazer, mas exige preparo de atleta olímpico, coisa que efetivamente eu não tenho!
Sou uma atleta de altos e baixos na vida; uma atleta de boteco; campeã olímpica de renascimento, isso sim!
Falou em preparo físico para limpar armários, passar roupa e lavar banheiros, tô fora! O corpo não "guenta" não.
E nessa "lida", estou em falta com os amigos e com a família. Prometo ligar desde a sexta-feira passada e não consigo. Não sobra tempo, afinal, o maridão também precisa de uma atenção especial...

Saí de casa hoje meio com pressa e com a sensação de ter esquecido alguma coisa: e esqueci!
Esqueci meu estojo, minha agenda, parte do telefone, vim sem anel na mão esquerda (fico morta!) e com uma roupa que não queria, ou seja, para uma segunda pré-feriado, as coisas estão indo muito bem.
Bem mal...

Um dia lindão pra você!

Um comentário:

Ludimila Matos disse...

Minha querida, enxote esse desânimo para lá. Sei que a vida é corrida, que o mais urgente sempre toma o lugar do mais importante. Que falta tempo para ser mais saudável, para curtir marido, para falar com a família... Nesses último 3 meses tenho sabido bem como é isso. Mas, calma, desânimo e desespero não nos ajudam muito.. na verdade, em nada. Um beijo no coração, fé e força. Uma sugestão: uma fatia de torta de chocolate. Ontem funcionou comigo. Força na peruca! Beijos!!! ^^