domingo, 29 de abril de 2012

Saudade além mar


A web faz coisas fantásticas e isso não é novidade nenhuma.
Mas poder falar com um amigo que está além mar, assim vendo na tela, é uma coisa que mesmo nos meus mais altos devaneios adolescentes, eu achei que poderia fazer.
Que maravilha poder conversar, por as fofocas em dia, ver os óculos novos do amigo, mostrar a cara de sono e matar a enorme saudade, mesmo sendo pelo computador.
Augusto, esse amigo querido, está em Portugal há sete meses e faz muita falta no meu dia-a-dia por ser alegre, alto astral, humano e muito sangue bom.
Foi ótimo poder falar com ele e saber de suas aventuras na terra de Cabral.
Continua lindo e único!

Dei um grito quando o vi assim de pertinho!

Ele também toma muito chá preto com limão e mostrou essa caixinha pra me fazer inveja.
Pedi pra ele trazer uma caixinha quando passar por aqui, antes de voltar para São Luís, claro!

Tem coleção de óculos, um de seus consumos preferidos. Aproveitou rapidamente para me mostrar as novas aquisições. E eu, claro, não podia perder uma chance dessas, né?

 
Mais óculos novos...


Velhos amigos, o que me faz falta todo dia...

3 comentários:

Anônimo disse...

Que conversa FABULOSA !
Sintonia !

beijos !
Augusto

Ócio, viagens e gastronomia disse...

Beijos amore!

Paulinha disse...

Pq mesmo tu não falas comigo assim??? Tu nem me respondes no msn... trantante. #morraaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa de raiva...kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk