sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Saco de pipoca a R$ 23,00


Um saco de pipoca no Cirque Du Soleil custa 23 contos...

É o preço da fama. O preço da divulgação. O preço que se pratica em São Paulo. O preço do entretenimento no Brasil. O preço que só quem tem muita grana pode pagar.
Cada vez mais, o mundo exclui quem tem muito, do mundo real e cada vez mais, as pessoas se matam pra entrar nesse mundo... uma loucura!

Vejam a matéria da Folha sobre as guloseimas vendidas no espetáculo.
_________________________________

Vá preparado para ver o espetáculo "Varekai", do Cirque du Soleil. Mas não só para os sustos e momentos tensos que permeiam toda a apresentação (são muitos saltos arriscados, equilibrismos a metros do chão etc): é que o preço das guloseimas e das bebidas também pode causar espanto.
Além de pagar de R$ 140 a R$ 395 pelo ingresso do grandioso espetáculo, em cartaz de terça a domingo no parque Villa-Lobos (zona oeste de São Paulo), o público paga de R$ 17 a R$ 23 pelo pacote de pipoca. Ou então R$ 16 pelo crepe salgado.
Em relação às bebidas, a garrafinha de água custa R$ 4, a lata de suco sai por R$ 7, e o energético, por R$ 15. Ah, e o preço do café expresso é R$ 5.
Outras opções "disputadas" pelas crianças (e adultos, claro) são o algodão doce (R$ 10), o chocolate Toblerone (R$ 30) e o picolé (R$ 12).




Veja preços de guloseimas e bebidas:Pipoca balde Varekai: R$ 23
Pipoca média: R$ 17
Hot-dog: R$ 12
Pão de queijo (seis unidades): R$ 9
Crepe salgado: R$ 16
Crepe doce: R$ 14
Água com gás (garrafa): R$ 4
Água sem gás (garrafa): R$ 4
Refrigerante (lata) - 6
Suco (lata): R$ 7
Energético: R$ 15
Café expresso: R$ 5
Cerveja Stella Artois (lata): R$ 8
Prosecco (taça): R$ 16
Uísque (dose): R$ 18
Algodão doce: R$ 10
Mix de castanhas: R$ 14
Toblerone: R$ 20
Suflair: R$ 6
Sorvete picolé: R$ 12


SOBRE "VAREKAI"
O espetáculo do grupo circense do franco-canadense, repleto de números aéreos, se passa em um cenário mágico: uma floresta profunda, no cume de um vulcão.
A montagem, já vista em 60 cidades, em mais de 15 países, é inédito no Brasil e foi criado e dirigido por Dominic Champagne. Esta é a quarta encenação do grupo no país. Antes, passaram por aqui "Saltimbanco" (2006), "Alegría" (2007-2008) e "Quidam" (2009-2010).

Daqui.

Nenhum comentário: