quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Armazém Santa Filomena na Zona Cerealista: de tudo um pouco.

Ali bem pertinho do mercadão, em pleno centro de São Paulo, está a Zona Cerealista, território dos grãos, farináceos, temperos, massas, azeites e desidratados.
Um pedaço incrível para quem procura coisinhas diferentes e naturebas. 
Até vir morar aqui não conhecia a região, embora já consumisse vários produtos naturais, comprados com uma certa dificuldade em São Luís.
Em média uma vez por mês vamos lá comprar insumos para saladas, ensopados e grãos. Tenho aos poucos introduzido alimentos com menos gordura e mais fibra na alimentação.

A Zona possui inúmeros, incontáveis, centenas de armazéns muito parecidos que vendem além de todos os itens citados acima, quase tudo que você possa imaginar. Passear pelas ruas e becos é uma descoberta atrás da outra. Basta entrar em um dos armazéns pra imaginar mil possibilidades de comidinhas, aperitivos e bebericos.

O armazém que frequentamos é o Armazém Santa Filomena, simpático armazém que está sempre bombando. 
Fico impressionada como os outros sempre estão vazios e o Santa Filomena lotado. 
Da última vez que fomos, aproveitamos e fotografamos tudo. Até o Seu Ademar, o proprietário que é tímido, posou para nossa humilde câmera.
O atendimento é cortêz e acreditem: é com senha! É só chegar, pegar a sua e esperar um atendente gritar seu número. 
Você pode escolher à vontade e abusar um pouco da bondade deles. Enquanto for sua vez,  você pode ficar o tempo que for preciso.

Os produtos ficam em potes plásticos com tampa. Por motivos óbvios, é proibido meter a mão. Apenas o atendente pode retirar o produto com uma pazinha específica.
Você pede a quantidade que precisa: de 100 gramas a 1000 quilos..

Pausa para foto: nosso atendente, Maridão, Minhoca para dar apoio moral e a Andréa, nossa colaboradora/consultora que praticamente toda semana está por lá comprando novidades para nossas receitas.

Os desidratados também ficam em potes transparentes para facilitar a escolha pelo cliente.

Essa amêndoa é uma perdição. É experimentar uma pra nunca mais comer nada parecido.

Tomate granulado é um dos exemplos dos produtos que gosto muito. Assim como as cebolas desidratadas, estão sempre nas comidinhas do apzito.

Esse sal é mais saudável e embora um pouco mais caro, tenho em casa também.

Conheço pouca gente que gosta de pimentão. Eu adoro!
Desidratado você não sente os pedacinhos na comida e ainda dá aquele sabor todo especial à comida!

Acho esse colorido lindo!

Farinha de trigo, acúcares (refiando, granulado, orgânico, mascavo, etc), amidos... Ficam nessa seção. 

Uma geral do armazém, num dia vazio.

Os produtos de um modo geral são mais em conta. Vale muito a pena comprar itens fracionados, mesmo quando é uma coisa mais cara como o estragão.

Seu Ademar com parte da equipe

Frente do Armazém Santa Filomena


Além de tudo que foi mostrado neste post, no Santa Filomena vende também azeites, tomates sem pele, bebidas importadas, chocolates e ainda alguns produtos diferentes que cabem naquelas frases: "ah, só deve ter na Zona Cerealista". É isso mesmo. Tem coisa que só tem lá!

A região ferve aos sábados pela manhã e para mim é sempre um passeio divertido. A cada nova isa, descubro mais coisas gostosas.
Taí um passeio que indico até para quem não se interessa por assuntos relacionados a gastronomia: história, comportamento, gastronomia e cultura. Tudo pode ser visto naquela região e no mesmo passeio.


Armazém Santa Filomena,
Rua Santa Rosa, 100. Brás. SP
E-mail: armazemstafilomena@terra.com.br

3 comentários:

Dona Karen disse...

dava uma matéria legal no club gourmet né dona beatrice borges!!

Ócio, viagens e gastronomia disse...

É bb... Como poderíamos fazer???

Anônimo disse...

Quando não posso ir na zona cerealista compro pela internet.
O site é o www.zonacerealista.com.br chega em qualquer lugar do Brasil.