sexta-feira, 1 de julho de 2011

Reflexões de uma sexta nem tão fria assim...


Acordei ontem e abri um sabonete novo. Como uso da marca Nivea, a embalagem é plástica.
Fui na geladeira e tomei a última xícara de Nescau pronto. Joguei fora a embalagem no lixo.
O pão, que é integral, está dentro de um saco plástico. Vai para o lixo em breve.
Coloquei o detergente que estava no refil dentro da embalagem vazia que estava na pia. Reaproveitei a embalagem antiga, mas sobrou a de plástico que continha o refil. Mais uma pro lixo.
A redinha que embala o melão também foi pro lixo. 
No lanche da tarde no escritório, comi uma banana que estava embalada num saquinho plástico próprio para alimentos. 
Comprei dois capuccinos perto do trabalho e a moça do mercadinho me deu dentro de uma sacolinha para facilitar o manuseio. A embalagem dos capuccinos, não para minha surpresa, são tipo longa vida.
No restaurante, os talheres vem dentro de saquinhos plásticos, que pela higiene, não são reaproveitados.
Fui comprar meias de lã na lojas Marisa. Voltei com o que comprei dentro de um saco plástico daqueles [ridículos] com o nome da loja em letras garrafais. De plástico!
Chegando em casa, as minhas correspondências estavam na portaria. O Jornal Cazumbá que vem dentro de um saquinho adesivo.
A Bravo! vem super embalada. Adivinhem em que? Num plástico!
Comprei uma porção de pernil assado e vem dentro de um potinho de isopor envolto em filme plástico.

Acho que um dia a natureza vai sim devolver tudo isso para nós. Porque ela não dá conta.
O tempo para o ambiente absorver tudo isso é muito maior do que possa supor nossa vã filosofia. Não há tempo determinado para isso. É impossível!

Contribuir para um mundo melhor vai muito além de trocar o copo descartável por uma caneca. Bem mais que levar ecobags para o mercado e de usar sacos de lixo reciclados, como fazemos em casa.
Um mundo melhor tem que começar com a nossa consciência. Refletindo sobre o que podemos fazer de melhor.
É um absurdo o que somente em um dia eu consegui jogar no lixo. Estou perplexa e olha que foi um dia de poucas comidas e poucas invenções. Passei um dia muito focada no trabalho e quase não saí da frente do computador.
Preciso fazer melhor. Preciso descobrir alternativas para ficar em paz com minha consciência ambiental. Vou usar esse final de semana pra pensar mais nisso.

E você, está fazendo algo para melhorar isso ou sinceramente nunca tinha parado pra pensar sobre o assunto?

Um boa sexta e bos reflexões!

Foto: Paulinha Alcoforado

Nenhum comentário: