domingo, 22 de maio de 2011

Sem título.


Esse aqui disfarçado de garçom é o Eloi, vulgarmente conhecido no submundo do crime como Frango.
Ele trabalha na Cantina do Gigio, lugar bem bacanão e com comidas divinas...
Não é garçom, mas nos atendeu. Tivemos tratamento vip.

Ele é amigo desse aqui, o André.

Que namora essa aqui, a Carla.

O Frango também é amigo desse aqui, maridão.


Essa aqui está de metida nessa historinha, mas tava adorando tudo: o ambiente, as comidas, as bebidas e o papo.

Como entrada, pão italiano, alichela e sardela e essa delícia aí da foto: mussarela de búfala à milanesa com molho ao sugo e manjericão. Campeã!


Original vai e original vem, comemos uma massa com parmegiana de carne
Não, nessa hora não dá pra conversar muito.

O prato do André e da Carla foi assim. O meu e do maridão foi só o parmegiana, sem a massa.

Depois da comilança toda, os digestivos foram aclamados imediatamente!
Chegamos às 14h e fomos ficando... ficamos tanto que vimos o turno de funcionários ser trocado.

Ó o Frango aqui embaixo já sentadinho conosco, fora do horário de trabalho... 
Um salve especial pro seu Raimundo, lá do Piauí (de Pedro Segundo) que desmistificou uma lenda antiga: ele tinha ouvido falar que no Maranhão não tinha gente bonita, vocês acreditam nisso?
Ah não! Olha eu aí, morta de linda? Hehehe

Aqui é outro personagem da historinha: Jô, que também trabalha  lá e é amigo da galera. 
Achamos que não ia dar pra encontrá-lo. Ledo engano!
Ele chegou às 17h e nós nem pensávamos em sair de lá...

Para chegarmos  nessa etapa aqui, há um pequeno lapso de memória.
Bebemos tanto que não lembro de quase nada. Lembro de cenas isoladas. Corri pra ver na máquina e no celular pra tentar entender o que tinha acontecido. Acho que vocês assisitram "Se beber não case", ham? Pois é.  
Fomos tomar a tal da saideira no Zero Grau e sei lá, entende? 
Na foto, os atendentes "super pra cima" do bar. Sempre alto astral!

Não me perguntem nada além do que mostra essa foto. Não lembro!

Galera já calibrada e a fotógrafa também (eu!)

Vi que teve gente que até tomou água...

Acho que depois disso aqui viemos embora.


Peço ajuda aos universitários para recompor as cenas finais dessa história.
Não sabemos como pagamos a conta (e se pagamos!) no zero grau. Não identificamos nenhuma saída nas contas.
A coisa em casa depois de chegar e antes de dormir foi trágica. Melhor não comentar :)


Up date:
O André, cunhado, já montou parte do quebra-cabeças. Pagamos a conta sim...Ufa!

4 comentários:

André disse...

Bia, é o André (cunhado). A identificação pe sempre apropriada...rsrs...
Então, pagamos a conta sim, porém dividimos pelos casais e excluímos o Frango por motivos óbivios. Meu irmão pagou com um cartão preto (acho que do Itaú) da uma olhadinha lá....hahahhahahah....

Ócio, viagens e gastronomia disse...

Ufa!!!!!! Hehe. Valeu!!!!

Paulinha disse...

Eita que tu ficou devagar aí foi?? Roubaram teu copo e tu nem viu...heheheh olha na foto que tá vc e pintinho....cadê teu copo???? hehehehe

Ócio, viagens e gastronomia disse...

Eita Paulinha, foi só um movimento de mão... sei lá por onde andava o copo...