segunda-feira, 4 de abril de 2011

Bolinho de chuva da vovó!


Primeiro vieram os brigadeiros; Todo mundo aprendia a fazer com 12 anos.
Depois brigadeiros em latinha; Ruins que só.
Aí chegaram os de colher como o ápice do chiqueretê numa mesa;
Do nada os brigadeiros foram renegados à breguice eterna com a aparição de muitos doces novos.
Lembro quando vi uma mãe-benta de chocolate e a doceira me corrigiu dizendo que era um muffin.
Quando o muffin começou a se elitizar, o brigadeiro reapareceu no cenário fashion sendo preparado com ingredientes importados, como manteiga feita do leite da vaca do brejo da montanha perto do vulcão da pqp.
Brigadeiro virou negócio sério, caro e cult.
E sem mais nem menos os cupcakes apareceram com seus coloridos alegres. Tem de todas as cores, de todo jeito e de muitos sabores.
O beijinho anda meio rejeitado, mas já já aparece alguém com uma nova proposta de sabor com redução de alguma coisa que tamanha é a redução que nem sentimos o sabor.
Todo mundo vai querer. Quer apostar?
Agora nada disso faz sentido. A palavra de ordem é cakepop, que são cupcakes em forma de pirulitos.
Nada mais importa. Todas as doceiras do mundo estão em polvorosa! Correndo feito loucas para aprenderem e oferecerem aos seus exigentes clientes.

Ai ai, o mundo da gastronomia às vezes me deixa com preguiça...
Que saudade do tempo em que o máximo do sabor na minha boca era o bolinho de chuva da minha vó...

Nenhum comentário: