segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Do Cazombando



Uma grata satisfação foi o que senti ao ligar a TV neste domingo e ver o Maranhão no Programa Esquenta, apresentado por Regina Casé. Nossa maior representante, a nossa embaixatriz cultural, Alcione, conhecida nacionalmente como Marrom, que com seu encanto e maranhês contagiou toda a platéia do programa. Na sequência, ainda, teve um número com um artista imitando seus trejeitos de cantar. Foi hilário!

Cenário decorado com as cores do Maranhão e o Bumba-meu-boi do Oriente, sotaque de zabumba, umas das maiores expressões culturais do Estado, e, ainda, a gastronomia tradicional do Maranhão, representada pela irmã da Marrom, que levou ao Projac a Base da Ivone, que preparou o arroz de patipuru, oriundo da região de Caxias, guarnecida com torta de camarão feita à moda maranhense, deixando todos os presentes e até mesmo os espectadores com água na boca.



O programa todo foi de homenagem ao samba e a cultura do Maranhão. A apresentadora vestia uma indumentária dos amos do bumba-meu-boi, as crianças do programa, tinham fitilhos usados nas roupas dos brincantes do boi, além da participação de artistas, como a primeira dama do samba do Brasil, Ivone Lara, que num diálogo com Alcione e Regina, exaltaram a figura da mulher e suas conquistas ao longo dos anos no Brasil.

O programa do início ao fim foi expressão do Maranhão. Regina falou que uma das maiores alegrias de sua vida foi ter passado as festividades juninas em São Luis, falou de sua admiração pela quantidade de terreiros/arraiais na cidade. Alcione, falou da quantidade de bois da capital, que os cadastrados, chegam a 400 e durante todo o programa, a Marrom fez dueto com Dona Ivone Lara, Belo, interpretando alguns dos seus maiores sucessos. O programa teve ainda a participação da esposa do cantor Belo, a bela Gracyanne, que sambou divinamente e a atriz Claudia Raia, falando um pouco de sua vida.

O programa é uma mistura de ritmos, de sotaques de expressões, de gente, ou melhor, um programa sem frescura, sem preconceito. Em suma, o programa Esquenta, a platéia participa, não segue a nenhum padrão, é o que faltava na TV brasileira, que nos últimos anos, estava restrito em programas, assistencialistas, de besteiróis assexuados. Que diga, Faustão, Gugu, Ana Hickmann, Eliana, entre outros.

www.cazombando.blogspot.com

4 comentários:

Marcelle disse...

Eu adoro e juro que fico com pena quendo tenho alguma programação dominical externa e tenho que perder o prgrama. Mas o doúltimo domingo vi completinho.

Anônimo disse...

Olha o Belo ai viu, eu sei que és fã e não quer admitir hahahha beijoca
Teresopolis

Ócio, viagens e gastronomia disse...

Nada, quase que tiro essa parte do texto Teresópolis... kkkkkk

Ócio, viagens e gastronomia disse...

Poxa, eu não vi... que droga!