quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Assim é o Natal

Acho a véspera de Natal engraçada, mas não necessariamente divertida!
Gosto muito pela união das pessoas, por conseguir resgatar o povo da família, pelos tios que não vemos ao longo do ano.
Mas lembrar da ceia, das orações da vovó e de aguentar papis e a namorada querendo ir embora de táxi é dose...
Este ano ainda terá um agravante mais que chato: - "Tá mais gordinha, né?" Sei que vou ouvir frases como essa ou similares a noite toda. Tenho que me preparar (=saco!).
A ceia de todo ano também me deixa meio entediada. Você não?
Sempre me pergunto porque mamis não é nada criativa nesse aspecto...
Peru, tender, vatapá, o arroz com passas, a farofa e as tortas genuinamente maranhenses estarão lá, tenho certeza!
A Rabanada então...
Após a meia-noite a coisa vai caindo, caindo e o Natal vai perdendo adeptos à noite para ganhar no almoço seguinte.
O que sobra vira o almoço do dia seguinte, com o agravante de que está todo mundo de ressaca, ressaca, ressaca (lembrei da marchinha de carnaval heheh).
Esse ano meu Natal vai estar embalado com muita saudade e muitas perguntas. Já tem gente agendando conversa, estou até confusa. É afilhada querendo contar "causos", irmã querendo tirar dúvidas, vó querendo saber da vida de casada, pai contanto das politicagens nada convencionais do Maranhão, padrinho contando da metrópole Humberto de Campos e por aí vai...
Lendo agora sobre a greve dos aeroviários, chego a ter frio na espinha. Posso não chegar  em casa a tempo de ver tudo isso...

Um comentário:

Paulinha disse...

Eu particularmente não gosto de natal e o motivo é único e cruel, mas tudo bem faz parte do nosso crescimento espiritual. =/
Que bom que vc conseguiu chegar a tempo e eu ainda consegui fazer uma surpresinha...hehehehe

FELIZ NATAL!!!!

PS. - Não te achei mais gordinha.