sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Série "Sono depois do almoço"

Depois de muito trabalhar na primeira parte do dia, é chegada a hora do almoço.
Uma hora (ou duas) para você se alimentar e repor as energias gastas com trabalho. É o tempo que muita gente aproveita para descansar,  resolver algum problema pessoal, comprar alguma coisa que precisa e na mesma “pisada” voltar ao batente, afinal, o trabalho dignifica o homem!
Acontece que após o almoço, o corpo entra em estado de “sítio”, digamos assim.
O corpo precisa fazer a digestão e a concentração do fluxo sanguíneo na região do estômago (que se estende até o intestino) faz com que o cérebro fique menos oxigenado e o sistema nervoso menos irrigado, cancelando o sistema de alerta do cérebro.
Essa interrupção acontece por causa do açúcar presente nos alimentos que faz com que as células nervosas, que nos deixam alertas, parem de liberar os sinais necessários para tal estado. Dessa forma, o açúcar faz com que as células nervosas enviem ao cérebro o estado de saciedade que promove o ciclo descrito acima e conseqüentemente o sono.
E aí entramos na série “Sono depois do almoço”.
Estou tentando catalogar tudo que penso ou desejo ou não faço depois do almoço para criar frases curtas sobre esse fenômeno.
Esse estado de quase catalepsia que a maioria de nós passa é uma tortura pra mim. Pra você não?
Abro os olhos, pingo colírio, levanto pra tomar água, café, suco ou chá, escovo os dentes, finjo trabalhar, finjo pensar e minto para todos que estou concentrada.
Trabalhar que é bom, lhufas!
Impossível trabalhar desse jeito. Impossível produzir alguma coisa bacana.
Agora por exemplo, estou pensando numa paisagem idílica, com sol, vento, mar e cervejas...

Topa mandar pra mim frases do que você faz quando está com sono depois do almoço?
Vou publicando aqui e no twitter...

Exemplos ilustrativos:

Hoje publiquei o que a Catarina disse, que foi: “Meu auge de sonolência me fez pensar em bolas coloridas”

Da série “Sono depois do almoço”, por mim mesma:
 “Só vejo camas em todos os pontos de luz à minha frente”
Slow Motion é uma boa definição”
“Acabei de bater com a testa no teclado”
“Oi?”
“Pode repetir, por favor?”

“Penso, logo durmo”

2 comentários:

Dona Karen disse...

Hoje em dia como estou grávida e trabalho pro meu marido, durmo depois do almoço com gosto!!! com roupa de dormir e ventilador pra refrescar tipo 1hora.
eu sei amiga inveja um pouco rsrsrrs bjos

maria faz bolo disse...

ei,recebi ontem.preciso saber data,pq dezembro tu sabes como é?que dia tu chegas?
bjos!