Pular para o conteúdo principal

Notas sobre Turismo

  1. A partir de 1.º de dezembro, a Azul vai ligar as principais capitais nordestinas entre si com um voo diário. Com isso será possível ir de Salvador para Recife, de Recife para Fortaleza e de Fortaleza para São Luís todos os dias. O voo Salvador- Recife, por exemplo, será diário e sem escalas, o mesmo será válido para o voo Salvador- Fortaleza e para o voo Fortaleza - São Luís, ambos sem escalas e diários. Já as rotas Salvador - Fortaleza, Salvador - São Luis, Recife - São Luís serão feitas com escala em Belo Horizonte.  As passagens aéreas para todas essas rotas já estão sendo vendidas e a preços promocionais. A rota Salvador- Recife está com preços variando a partir de R$ 139 por trecho, Salvador- Fortaleza sai por R$ 139 e Fortaleza - São Luís varia a partir de R$ 139 por trecho. Na Azul, o trecho Salvador - São Luis varia a partir de R$ 299 e Recife - São Luís a partir de R$ 199 por trecho.  Informações: www.voeazul.com.br 
  2. O prefeito de São Luís, João Castelo, lançou, nesta quinta-feira, dia 5, ao lado do secretário Liviomar Macatrão, o Plano de Sinalização Turística da capital. Os novos equipamentos visam colaborar com o desenvolvimento do setor para fazer da cidade um dos destinos turísticos mais visitados do Brasil.

    Durante o evento, o prefeito destacou ações da Prefeitura de São Luís, no sentido de priorizar o turismo na cidade, como a desapropriação de 20 casarões que serão recuperados e revitalizados no Centro Histórico. "O turismo tem toda a prioridade na nossa administração, pois é a indústria que mais cresce e emprega no mundo e é, ainda, a mais democrática e São Luís tem tudo para viver do turismo, pois temos belezas naturais e arquitetônicas, além de artesanato e da culinária", pontuou.

    A primeira etapa do plano já está implantado na cidade. Seis painéis com informações turísticas estão localizados no aeroporto, nas estações rodoviária, ferroviária e hidroviária e shoppings de São Luís. O sistema será concluído, até o final deste mês, com a instalação de 140 placas de sinalização, 25 totens com informações e mapas do Centro Histórico para ajudar na localização dos turistas e dez terminais.

    O plano tem como meta, ainda, sinalizar dez rotas de interesse turístico, implantar 58 placas no perímetro urbano, 17 placas na área do Maracanã, 34 placas indicativas de acesso às praias e municípios da ilha, além de 31 placas indicativas de serviços.

    A segunda etapa do plano será composta por 20 placas interpretativas de região, 20 placas internas de monumentos, dez placas direcionais, distribuição de 80 mil mapas de bolso, 20 terminais de autoatendimentos instalados em hotéis da capital maranhense, que será a terceira do Brasil a disponibilizar rotas de pedestre.
  3. A Embratur realizará em breve concurso público para provimento de 84 vagas de nível médio e superior. O concurso foi autorizado pelo Ministério do Planejamento, segundo a Portaria nº 228 de maio, e será aplicado pela Fundação Universa. O edital de abertura será lançado na próxima segunda-feira, 8 de novembro.
    A missão da Embratur é a promoção internacional do Brasil como destino turístico e o objetivo principal do concurso é adequar os servidores para potencializar a divulgação do país em um momento em que o Brasil terá grande visibilidade no mundo. Este é o primeiro concurso que a instituição realiza.
    Segundo o presidente da Embratur, Mário Moysés, o concurso é fundamental para reforçar o quadro da Embratur agora que cada vez mais o Brasil cresce diante dos olhos do mundo como destino turístico. Nesta década, com a realização dos grandes eventos esportivos, teremos muito trabalho a fazer. Os novos servidores serão incorporados ao corpo técnico da instituição, trabalhando para que as políticas públicas da Embratur avancem e tenham continuidade, explica ele.
    Do total de oportunidades, 34 serão para o nível médio. As demais são para o nível superior, sendo 35 para a função de técnico especializado, cinco para administrador, cinco para economista e cinco para técnico em comunicação social. O concurso terá, além da prova objetiva e discursiva, uma prova de títulos que será apenas classificatória e não eliminatória.
    Os candidatos poderão fazer a prova em seis capitais do Brasil: Belo Horizonte (MG), Fortaleza (CE), Salvador (BA), Rio de Janeiro (RJ), São Paulo (SP) e Brasília (DF). As inscrições estarão abertas no período de 10 de novembro e 20 de dezembro. A data provável de realização da prova é 6 de fevereiro de 2011. Os resultados definitivos da prova discursiva e convocação para avaliação de títulos estão marcados inicialmente para o dia 13 de abril de 2011.

  4. Ontem, dia 6, o Porto de Recife (PE) recebeu o transatlântico CVC Bleu de France para o início oficial da temporada de cruzeiros marítimos da operadora de viagens CVC. Esse é o primeiro da frota de cinco transatlânticos da CVC a aportar no Brasil.
    Depois de uma temporada pelo Mediterrâneo, o transatlântico Bleu de France estreia no Brasil graças à parceria da CVC com a espanhola Pullmantur, que nos últimos sete anos tem permitido realizar cruzeiros exclusivos que operam com o sistema tudo incluído e oferecem serviços, atrações e gastronomia desenvolvidos sob medida ao consumidor brasileiro.
    Isso porque todos os transatlânticos operados pela CVC no Brasil contam com tripulações que falam português e/ou espanhol, cardápios voltados ao paladar do brasileiro e, também, ampla programação de shows e espetáculos, com grandes produções musicais, com bandas ao vivo e equipes de entretenimento em todos os navios, sendo que todo o elenco é brasileiro.
    De novembro de 2010 a maio de 2011, quando o CVC Bleu de France permanecerá no Brasil, o navio realizará cruzeiros pelo Nordeste, com destaque à rota de Fernando de Noronha, e pelo litoral do Sudeste, passando ainda por Búzios e Praia Privativa CVC (ambas no Rio de Janeiro).
    Ao todo, fará 43 embarques, com escalas em Recife (PE), Fortaleza (CE), Natal (RN), Salvador (BA), Maceió (AL) e Santos (SP) a maioria com partidas do Porto de Recife (total de 32 saídas).
    É a primeira vez que a região Nordeste receberá um navio desse porte: são 37 mil toneladas, com muito luxo e amplas cabines a bordo, além de elevado padrão de gastronomia e novas atrações, antecipa Milton Sanches, diretor de marítimo da CVC Cruzeiros.

Comentários

SUZANA CARNEIRO disse…
Olá Beatrice, adoro seu blog e vejo sempre, mas nunca comentei nada(QUE HORROR!!)portanto, deixa eu me apresentar sou maranhense rôxa e uma turismóloga apaixonada pela profissão e adoro cozinhar. Por isso me identifiquei com seu bloquito e entendo perfeitamente a saudade que sentes da Ilha Magnética, moro em Vila Velha /ES há seis anos e foi duro no começo, com o tempo as coisas vão se encaixando.
Agora com relação ao Turismo em São Luís, estive em Junho por lá depois de três longos anos, e achei a cidade totalmente abandonada, as ruas com os mesmos buracos de anos atrás, o transporte público extremamente precário, ou seja, a cidade precisa é de uma infra-estrutura básica, tem que arrumar a casa 1º pra poder receber seus visitantes de maneira adequada, espero que Prefeito não fique só na promessa e haja de fato. Só a título de curiosidade meu marido trabalha na AZUL LINHAS AÉREAS(não é propaganda, rsrsr...). Parabéns pelo Bloguito é M A R A!!!!!.

SUZANA CARNEIRO

Postagens mais visitadas deste blog

Patinhas de caranguejo ao molho vinagrete

O vinagrete do jeito que eu gosto...

Ingredientes
1Kg de patinha de caranguejo (de preferência do Maranhão, hehe) 2 tomates maduros 1 cebola 1 pimentão verde (que pode ser o da sua preferência) 1 maço de cheiro verde (se você preferir) ou apenas cebolinha 2 limões Sal Azeite para temperar
Modo de preparar
Afervente as patinhas em água com umas pitadinhas de sal. Veja bem, aferventar não é ferver. Basta abrir fervura e elas começarem a ficar cor de rosa, é pra tirar do fogo. Reserve e deixe esfriar. Se ficarem muito tempo no fogo elas ficam duras e na verdade elas devem ficar macias. Após lavar os legumes, corte em pedaços uniformes e bem pequenos, assim como o tomate (que é uma fruta). Para mim, quanto menor, melhor. Misture todos os legumes cortadinhos num bowl, tempere com o suco do limão, sal e bastante azeite. Acrescente um pouco de água filtrada para dar um pouco mais de molho ao vinagrete. Arrume as patinhas num refratário deixando-as com o "cabinho" pra cima. Dessa forma fica mais f…

Raposa, MA - passeio náutico que vale a pena!

Em meio às férias, resolvemos passear de barco pela Raposa, município da área metropolitana da Ilha de São Luís.
O município é pequeno. Grosso modo, deve ter por volta de 35 mil habitantes no máximo.
Tem uma cultura pesqueira muito interessante e também é um polo rendeiro de destaque em São Luís.

A cidade em si, não é muito atraente. São ruas estreitas, com casas, em sua maioria, de madeira, que lembram palafitas, no sentindo mais geral do termo.
Percebe-se a falta de saneamento básico na cidade e uma certa desordem urbana. Basta para isso, percorrer suas ruas para entender do que estou falando. Banheiros improvisados próximos aos mangues e muito lixo acumulado nas ruas e entre as casas é um dos retratos mais gritantes ao darmos uma volta perímetro urbano.

A Raposa surgiu como uma colônia de pescadores, com início na década de 40 do século passado, por pescadores vindos do Ceará e rapidamente tornou-se um reduto cearense, com as mulheres rendeiras desenvolvendo seu trabalho e os pesc…

Óleo composto de soja e oliva. Não caia nessa!

Esses óleos compostos que tanto enganam os comensais espalhados por ai foram feitos para cozer, não para derramar em cima do prato pronto! Foram criados como uma alternativa para quem está com o orçamento apertado ou não tem costume de cozinhar com azeite de oliva.  Para um prato refogado, por exemplo, fica muito saboroso. O problema é que pelo fato de ser mais barato, os donos de alguns restaurantes de segunda, terceira, quarta e quinta categoria substituem o tradicional azeite por esse composto e a turma desavisada, derrama com gosto em cima do prato. Uma maldade! Vejo o povo jogando em cima da salada, sendo que em todos os compostos, 95%  é de óleo de soja e apenas 5% é de azeite (não extra-virgem!). Esperteza do restaurante que ganha por um produto de qualidade inferior e lerdeza do consumidor que não lê o que está consumindo. O consumo de azeite no país tem crescido assustadoramente, à proporção que  a gastronomia ganhou status de ciência e o poder aquisitivo da população melhorou.  De…