domingo, 17 de outubro de 2010

Cantina pra fechar a noite

O sábado foi corrido.

Corrido porque a sexta foi punk.
Jantamos no mexicano aqui perto e a "saideira" foi no apzito. Da "saideira" até a "pé na bunda" foram várias e várias e o sono mesmo só às 4 da madruga.
Hoje, depois de uma visita à sogra, fomos à "passarela do álcool" na Mooca. Vários barzinhos bacanas disputam clientes com acepipes e chopp gelado. Um fuzuê danado...Fomos ao Zero Grau, bar de uns conhecidos de todos. Gostei bem, embora o chopp seja caro.
Estava de pé à base de cerveja, ressaca e um picolé de limão.
Lá pelas oito fomos ao Roperto, famosa cantina no Bexiga, porque se não, ninguém segura o rojão, já disse o sábio Chico.

Entradinhas, como sempre. Caras como sempre!
O pão italiano é o campeão das entradas, né?

E o namoridão é o campeão do pão italiano!

Carlinha adorou uma vodka...

O que mais me agrada nessas cantinas, além das massas deliciosas, são essas músicas ao vivo.
Não são demais?

video

2 comentários:

Paulinha disse...

Eita que teu dinheiro agora é só pra coisas caras.....tá fu... heheheh
Eita saudade da cerveja de R$ 4.00 da ilha, do petisco baratinho do mercado das tulhas!! eheheheheheheh
Será que não é hora de parar de beber?? =DDDD

Saudades

Ócio, viagens e gastronomia disse...

Paulinha, sim...
Pelo menos diminuir um tantão.....