quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Pra onde?

A vida é uma delícia mesmo.
Até as coisas chatas depois que passam ficam com sabor de coisa boa. De vitória, eu diria.
Estou na segunda semana de casa  e vida novas e aos poucos a vida vai tomando sentido. Já venho sozinha pro trabalho e troco de metrô como se tivesse nascido dentro de um. Só não pode é pedir pra eu fazer outro caminho ainda, tá?
O apzito já tá tendo uma carinha mais personalizada e o pouco que temos já dá pra ter vontade de ficar em casa muito tempo. Foi assim em Parnaíba, em São Luís e agora aqui. No começo falta identidade com o lugar, faltam pessoas, falta razão. Com o passar do tempo você se acostuma a tudo aquilo e se apega de um jeito que não quer mais sair.
Aqui tá assim. Tô no trabalho, mas com vontade de ficar arrumando as coisas em casa. Depois passa. Certeza!
O frio amenizou e o resfriado parece que está sendo derrotado pelos trocentos comprimidos já ingeridos. A mudança de estação faz mudar as vitrines, o astral e o ócio e as comidinhas também. Vai ficando mais quente, mais vontade você tem de sair, de se divertir e de comer coisinhas leves. Gosto disso!

Sexta passada fui ao cinema assisitir "O Bem Amado" com o namoradão e saímos adorando tudo. A atuação do Nanini é fenomenal. Se eu fosse você, não deixaria de ver.

Ah, sobre o apzito, ainda não está liberado para visitas. Não tem cadeiras e nem mesas ainda! Aguardem a liberação e as regras de hospedagem, tá?

Ah e pra encerrar, semana que vem viajo. Sabem pra onde?

Uma copo de chá para quem adivinhar....

Um comentário:

Anônimo disse...

como diz aqui pra estas bandas! tu é mto é banduleira!!! pequena, nós aqui ainda enxugando as lágrimas e tu aí já toda se sentindo Paulista, rsrsrs.

saudades!!!

xero's

Dadá