quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

Todo carnaval tem seu fim

Existem dois Brasis: o do Sudeste e o do Nordeste.
Sem aprofundar a questão por favor. Minha consideração é em relação ao carnaval!
Só vi o Nordeste pela TV. Animado, quente e pulsante. Muita energia se desperdiça em quatro dias bem úteis no meu entendimento, mas pra maioria das pessoas, vale. Isso é bom. Que sejam felizes...
Também já tive anos em que 11 meses se passavam para eu viver o mês do carnaval. Tempos bons, mas tudo a seu tempo...
Meu carnaval este ano foi bem feliz. Nada de Nordeste, nada de aglomeração, nada de muita cachaçada. Descansei, peguei um cineminha, dormi, me irritei, amei, reencontrei duas grandes amigas do coração, conheci gente bacana, conversei, namorei, descobri mais um bocado de coisas novas e tô revigorada.
O carnaval em São Paulo é uma graça. Um barato para paulistanos e paulistas. É uma oportunidade para descansar e esse é o "x" da questão: em outros lugares, você vive tão descansado que tira a folia para se cansar. Por aqui não.
Cidade calma, vazia, silenciosa e apaixonante. Tudo bem equilibrado, não?
A única coisa ruim até agora, é a preguiça avassaladora que se instalou em mim desde ontem. Tô com preguiça de pensar, de fazer e de "achar", mas aos poucos as cinzas das horas vão enchendo o pote da vida e você tem que voltar a viver. É isso aí.
Só parei pra ver e-mail's, pra registrar meu pensamento por aqui e desejar a todos uma excelente semana pós-carnaval.
Que o ano novo (agora, oficial) venha com toda a sua força. Que Deus me dê um bom vôo!

Nenhum comentário: