quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

Eco

O mundo foi feito para emoldurar despedidas. Sim, em todo lugar, em qualquer cenário, tem gente se despedindo.

Às vezes nos despedimos de algo ou alguém chato. Nessa hora, o suspiro de alívio vale cem mil euros.

Tem coisa mais bacana que você dizer "até mais" ou "não há de quê" para um cliente chato e ele ir embora? É rejuvenescedor.

Por vezes as despedidas deixam sequelas. Deixam vazios difíceis de preencher. Nesta frase, lembro dos meus amores, família e de alguns amigos.
Inexplicável o buraco que sinto aqui agora.

Vazio.
Lacuna.
Vão.
Imensidão.
Eco eco eco.

Nenhum comentário: