quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

São Gonçalo

Essa de calça branca é minha mãe. A brincadeira em pessoa! A mãe mais divertida e amada do Brasil. É sem dúvida a pessoa mais alegre e serelepe que conheço.
Consegue bater bife cantando. Incrível!
Vejam a desenvoltura e o "aparecimento" da criatura...
Está dançando São Gonçalo. Uma típica dança maranhense importada de Portugal. Em Humberto de Campos é a diversão para os mais velhos. Normalmente associada a promessas ou festas sagradas.
Reparem que como é promessa, tem um altar cheio de bolos, frutas e doces para o leilão. São duas filas de dançantes. Uma só de homens e outra de mulheres. O som é contagiante.
Esse aí aconteceu no dia 31 de dezembro de 2008.
Eu era sem dúvida a mais animada e orgulhosa expectadora.
Essa mamãe me apronta cada uma que vou contar...

video

Nota de utilidade pública:
São Gonçalo

A origem da Dança de São Gonçalo, remonta de Portugal. Era antigamente realizada no interior das igrejas de São Gonçalo, festejado a 10 de janeiro, data de sua morte em 1259. Realizada em Portugal desde o Século XIII, chegou ao Brasil em princípios do Século XVIII, com os fiéis do Santo de Amarante.
Na cidade do Porto, em Portugal, o ato de se dançar nas ocasiões de comemoração à São Gonçalo era chamado de Festa das Regateiras. Ocasião em que participavam as mulheres que queriam se casar. A dança era realizada dentro da igreja, o que nos remete à Idade Média e Moderna em Portugal.
São Gonçalo é um santo português com culto permitido pelo papa Júlio III em 24 de abril de 1551. Nascido em Tagilde no ano de 1187, estudou rudimentos com um devoto sacerdote. Depois, freqüentou a escola arqui-episcopal em Braga. Após ordenado sacerdote, foi nomeado pároco de São Paio de Vizela. foi a Roma e Jerusalém.
No regresso, São Gonçalo passou por um período de busca interior e encontrou na experiência popular a maneira de converter pecadores. Conta-se que São Gonçalo para reabilitar as prostitutas, vestia-se de mulher e dançava e cantava com elas a noite toda. Ele entendia que as mulheres que participassem dessas danças aos sábados não cairiam em tentação no domingo. Acreditava ainda, que com o tempo se converteriam e se casariam.
São Gonçalo pregou e operou supostos milagres por todo o norte de Portugal. Sobre o rio Tâmega construiu uma ponte. São Gonçalo morreu no dia 10 de janeiro de 1259 em Amarante, no Douro, à margem direita do rio Tâmega, em Portugal. Após sua morte, passou a ser protetor dos violeiros, remédio contra as enchentes, além de casamenteiro. Ele foi canonizado em 1561. O rei de Portugal D. João III, um grande devoto,foi um dos primeiros a empenhar-se para a beatificação de São Gonçalo em Roma. Em Portugal a sua festa é realizada em Amarante,no dia 7 de Junho e dedicam-lhe uma semana de festejos, com procissões, bandas de música, folguedos populares, etc.
No Brasil, atualmente não há dia determinado; aliás não fazem mais festas, romarias para o santo (outrora 10 de janeiro) somente oferecem-lhe uma dança e reza, cerimônia que ocorre sempre que alguém lhe tenha feito promessa e alcançado uma graça.
Em algumas locais o Santo ( Imagem ) é representado da forma Católica ,ou seja com a ausência da viola, no entanto as Imagens do Santo destinadas para o culto popular através da Dança de São Gonçalo é representada , na grande maioria das vezes à moda das vestimentas camponesa portuguesa da época, ou seja: calção preso pouco abaixo do joelho, meia preta, bota braguesa (para andar em local úmido) chapéu na cabeça, capa azul nas costas e viola na mão. A justificativa encontrada para a representação do Santo com estas vestes , deve-se ao período que estava em construção uma ponte na região onde viveu, ele ajudava na construção e após ia tocar viola para a conversão dos "pecadores" e não tinha tempo de trocar de roupa.
Conta-se...


Nenhum comentário: