sábado, 17 de janeiro de 2009

Porque vou sentir saudade de Parnaíba_parte 1

Parnaíba é uma cidade de 160 mil habitantes. A segunda maior cidade do Piauí. É "interior" ainda, é verdade, mas é quase mais importante que a capital Teresina. Tá ali empatando, na minha opinião. Um pouco menos quente. Mais charmosa. Mais harmônica. E adorei fincar um pé aqui por esses meses. Verdade verdadeira!
As pessoas são maravilhosas. Hospitaleiras e pra cima. Acolhedoras. Querem ajudar sempre.
Tive uma vida básica por aqui. Calma, restauradora e preguiçosa. Para quem quer viver bem, sem muita frescura, o lugar é esse aqui. Corram todos pra cá. A vida é boa mesmo.
Vou sentir um bocado de saudade.
Exemplos materiais: Descobri as tecelagens da D. Teresinha que tanto amei. Encomendei uma rede de casal bem bacana, toda feita a mão. Fantástica! Vou buscar esta semana. Comprei também umas mantas, cortinas e tapetes.
Descobri também os biscoitos da D. Fátima. Ai que delícia. Os de cravinho são e encher a boca. Já perdi a conta das vezes que mandei de presente pra alguém. Até minha sogra já provou em São Paulo. Adorou, óbvio.
E as sandalinhas do Seu Antônio e D. Gorete? Cruzes! Quero todas.
As bolsas artesanais de Peixoto me deixam endividadas. Tô devendo a alma pra ele. Não sei como vou pagar. E as obras de arte em taboa do Raimundo? Só a TOK STOK mesmo pra comprar o estoque dele inteiro e não deixar nada pra mim. Briguei com ele!
Engordei aqui, é claro. A comida da Dona "Dos Santos" deixa qualquer um doido; a pizza da finurinha de um CD da Chopperia Trilhus é sem dúvida a pizza mais "tudo de bom" que já comi na vida. São Paulo? Não queridos, aqui em Parnaíba mesmo!
Bom, muita coisa vai me deixar com saudade daqui. Estava pensando agora há pouco sobre isso. Vou escrevendo ao longo da semana alguns capítulos sobre isso até chegar a hora da partida...
Sábado engraçado. Corri a manhã inteira e a tarde fiquei meio "chumbrega" com Navegantes.
Doideira!

2 comentários:

Edivan disse...

Bia,

Você tem razão.

Morei aí de 1964 a 1976 mas continuo com saudade.

Você é uma felizarda, por viver aí. Sei que vai nos deixar, casar, mas não se esqueça da nossa parnaibinha de nossa senhora das graças.

Boa sorte, Saúde e Paz!

E . . . OBRIGADO !

Anônimo disse...

Oi B,

Bom saber que apesar de "tudo" foste feliz ai, mas seu lugar é aqui, o povo daí já desfrutou bastante da sua companhia, aguardamos seu retorno o mais breve possivel.

Josi