sábado, 13 de dezembro de 2008

Passeio pela casa

Vejo pela fresta da porta da sala um corredor vazio. Meio sol e meio sombra.
O vento levanta as folhas do chão que fazem uma pequena bagunça em minha porta. Não vou varrer. Não estou preparada pra sair de casa nem tampouco pra ver gente.
A sala/cozinha está arrumada. Tic Tac do relógio.
Meus sapatos continuam em meio ao salão de jogos. Minha mala também.
Minha mala, ai se eu pudesse...
Em meu quarto, a bagunça do acordar ainda está na cama. O guarda-roupas continua fechado. Não abri pra nada.
Pobre ventilador. Trabalhando há 24 horas...
Meus livros estão derramados no chão e quatro copos sujos decoram minha mesa preferida.
Luzes apagadas.
Chegou a noite.

Nenhum comentário: