domingo, 30 de novembro de 2008

Mallu Magalhães

Li na Bravo! comentários bons sobre ela;
No My Space sempre tem uma chamadinha e agora vejo nos sites de fofoca sobre celebridades que ela tá namorando com o Marcelo Camelo. Resolvi ouví-la esta tarde.
E não é que adorei?

Gatos de bob's_ 1ª chamada

Eu e Dandan


Dandan, eu e André!

Essa é só para os gatos de bob's!!!!!

Dandan me gritou aqui para marcarmos uma confraternização. Vamos marcar? Quem topa? O último encontrão foi início de 2007.
Alguém me dá notícias de Andréculas?? Mamá, sabe se ele vai estar em São Luís???

Vou falar com Fofo de Carvalho, Lu e Mamá.

Lu fala com Eldinha;

Josi com Carol;

Eu e Dandan vamos falando... pra ver quem estamos equecendo.

As fotos são pra relembrarmos o encontrão... quanto tempo gente!
Na sequência: Josi e Dandan; Carol e Lu; Mamá, Dandan e Carol!



Por favor!

Queremos sugestão de local;

Lu e Eldinha, vejam a agenda apertada de eventos;

Dandan, se quiser fazer um aniversário daqueles... hehe!!!

Ainda não sei quando chego em São Luís, mas a partir de 26/12 não dá!!! Dedicação exclusiva a um certo paulistano...

Com as festas de fim de ano chegam também...

As confraternizações!!!!!
Tem coisa mais comun à partir de amanhã do que você ir a um bar, pizzaria, padaria, restaurante e ter lá uma mesa enorrrmmmeee reservada pra alguma empresa?
Não tem dia, não tem sexta, nem sábado nem domingo. A qualquer dia de dezembro, basta dar uma esticadinha, que estão lá os "colaboradores" todos animados distribuindo presentinhos de amigo oculto e gentilezas mentirosas (sic!).
Aquela mala que trabalha com você, geralmente é quem você tira no amigo oculto e lá vai inventar uma história dos diabos no ato da entrega do presente. Haja imaginação. Você até perdoa e tenta esquecer aquela vez que o cara tentou puxar seu tapete...
Caso você esteja envolvido na comemoração, tudo bem, mas se você é um transeunte qualquer ou apenas um cliente que tá tentando comer ou relaxar, esqueça! Com o barulho e a confusão existentes, dezembro não é mês pra isso!
O mês de dezembro chega pra te tirar do eixo. A começar pela agenda que fica apertada. É confraternização do trabalho, dos amigos de academia ou do clube, da faculdade, do grupo de convivência, dos amigos do peito, do grupo de voluntários e os dias vão sumindo e sumindo e quando você se espanta, já chegou o Natal e é o dia da confraternização da família. Ou famílias, em muitos casos...
O dia que já não tem 24 horas faz tempo, em dezembro só fica com umas 14 e olhe lá! As lojas ficam um inferno e transformam o simples ato de comprar uma lembrancinha numa "força-tarefa" digna de grandes catástrofes.
Você fica com o coração mais mole. Você fica mais preguiçoso. Você fica diferente, não tem jeito.
Já comecei minha transformação este final de semana. Já revi minha cadernetinha aonde anoto tudinho do meu dia-a-dia.
Já vi que fiz pouco. Já vi que doei menos do que poderia, que li muito menos do mínimo necessário, que não escrevi um terço das possibilidades, que fiz menos amigos do que gostaria, que viajei nada, que senti menos prazeres do que a escala de sobrevivência manda e que tive como contrapartida muito mais do que mereço: fui muito amada, muito elogiada e muito feliz!
A partir de agora, cabeça em 2009. É assim que é o mundo moderno. Você vive o hoje intensamente, mas já com um pé no futuro.
Para o futuro, penso em estar feliz. Estar feliz a cada momento e fazer das pequenas felicidades as porções mágicas da vida!!!
Que venham os dezembros, janeiros e o ano novo!
Uma boa semana a todos e que o dezembro traga novas esperanças e muita alegria. Mesmo com o pessoal da mesa ao lado distribuindo presentinhos...

Navegando o dia todo...

"Navegar é preciso, viver não é preciso"



No portal www.cronopios.com.br você tem acesso a uma literatura atual de encher os olhos e ouvidos. Experimente ler em voz alta...

Em http://www.livrolivre.art.br/ você pode libertar seus livros e fazer com que outros cheguem até você. Muito bacana. Vou escolher qual dos meus vou iniciar o processo de alforria!

Em www.chria.com.br você delira com tantas coisinhas. Todas lindas. Nada que você esteja necessariamente precisando, mas obrigatoriamene você gostaria de ter...

Teatro para alguém

Vejam esse site! Gosto muito de gente que faz coisa diferente!
http://teatroparaalguem.com.br/

Até,

sábado, 29 de novembro de 2008

Amiga inseparável



Essa aí é a Goreth!

Minha amiga inseparável. Fica comigo todos os dias em que estou em Parnaíba. Na verdade, faz parte da minha missão por essas terras.

Gosta de mim do jeito que sou. Me apóia em tudo. Não reclama da minha mania de ver tudo em seus devidos lugares. Gosta das minhas músicas. Pelo menos nunca reclamou!
Também gosta dos meus perfumes e não fica toda hora reclamando do meu vício de tomar chá mate. Sabe das minhas fraquezas, dos meus medos e o que me faz feliz.
Ela veio de Jericoacoara e seu pai é um artesão chamado Severino. É feita de cabaça e papel marchê.
Hoje em pleno sábado, me faz companhia...
obs: a foto tá ruim pq o celular é ruim também.

Amy Winehouse

Continuo relendo minha caderneta azul e tô ouvindo Amy Winehouse. Rapidamente dei uma "googlada" sobre essa figura, só pra saber das últimas. Continua louca. Desajustada e talentosa. Incrível.
Pegando carona no submundo dessa doida, lembrei do que gostaria de estar fazendo agora e que por força do destino, ao contrário, estou reclusa, sóbria e pensativa.
Nasci com um pé na favela, numa roda de samba. Com o outro na boemia, com uma mão na alegria e a outra no submundo, no gueto.
Calma, vou explicar!
É que odeio gente certinha demais. Gente certinha demais enche o saco!
Programas muito cult, como um restaurante estrelado com gente fresca, dá sono.
Ir a um evento onde só servem espumantes e champagne, fala sério. Não demora pra dondoca aprontar.
Casamentos e aniversários que você tem que ficar numa mesa com 10 pessoas desconhecidas, fazendo pose enquanto o câmera vem filmar. Isso é diversão?
Pra eu me sentir viva, preciso sentir o cheiro da ralé. Preciso ouvir música. Preciso escutar as pessoas falando merda. Tenho necessidade de troca de informação. De agito, se sensações, de prazer.
Nessa minha última ida ao Rio tive a opção: ficar na Barra com tudo pasteurizado e gente de corpo dourado ou ficar em Copacabana, tão decadente pra muitos e muitos. Adivinhem o que escolhi? Copa, é claro.
Perto das garotas de programa, do boteco pé sujo, perto do barulho, próximo à lapa, onde as coisas realmente acontecem. Tem gente, samba, bossa, alma, cor, cheiro, pele, sexo.
Há quem diga que nasci pra ser mulher de bandido! Discordo um pouco, claro. A subversão sempre esteve na minha alma, mas com um certo cuidado.
Talvez por isso, gosto tanto da louca na Amy... Se eu fosse uma pop star, estaria entre a Amy e o Zeca Pagodinho...
Mas voltando à caderneta, acabei de descobrir uma porrada de coisa ainda por fazer. Prometo que aos poucos vou prestar contas por aqui sobre o ano.
Até o mês de dezembro haja reflexão, promessas e dívidas...
Até mais gente!
Sábado é dia de faxina em casa e faxina na mente. Volto amanhã!

sexta-feira, 28 de novembro de 2008

Indefectível Caderneta azul

Tô numa sexta com cara de final de ano!
Dormi no início da noite, acordei com jet leg, e agora estou na frente do computador revendo a vida, fazendo o levantamento de tudo que gostaria de ter feito e não deu e aproveitando para me chicotear como punição por tudo que eu verdadeiramente poderia ter feito e não fiz!
É claro que tô começando por coisas simples, até banais, eu diria! Coisinhas, adereços e pequenos sonhos de consumo. O primeiro da minha lista do ano passado foi o Filme "Ratatouille" http://br.youtube.com/watch?v=4XAFYbIxkcA. Vendo agora na minha indefectível cadernetinha azul, me veio a lembrança da minha ida ao cinema pra ver Remy! Ví em São Luís. Saí totalmente encantada do filme. Queria ver e rever quantas vezes fossem necessárias, mas não deu! É uma aula de alta gastronomia, de comida fusion, de tudo. Todos os elementos pertinentes a esse mundo estão presentes. Os ajudantes, o chef sem talento, o chef com talento, as boas práticas de fabricação e o... crítico. O cara que se acha a última rosquinha do pacote! Por acaso, alguém pode me dar de presente essa pérola?
Na mesma linha (na caderneta), só que escrito depois, pela diferença da caneta, está a outra maravilha: "Estômago". Esse, assisti em São Paulo. Puta que pariu! Esse eu amei também.
Trechos dos dois estão aí pra todo mundo dar uma espiada! São totalmente diferentes.
Um é desenho animado, mas puxa vida. Não sei qual dos dois amei mais!
Pra quem gosta, tá aí a dica. Essa é quente!
Volto já com mais tópicos da minha caderneta do ano passado!!!

quarta-feira, 26 de novembro de 2008

Balencete

1- Ontem tive uma noite restauradora e por isso não postei nada!
Tive que tomar um soro na veia pra segurar as ondas da vida. Aproveitei a inércia física (2h deitada sem mexer a mão) e terminei de ler "As cinco pessoas que você encontra no céu" e na sequência iniciei "As intermintências da morte" do Saramago. Fiquei meio amedrontada, sei lá. Os dois livros tem como temática a morte e como é algo que só quem morreu sabe, sempre paira uma dúvida no ar.
Zeca Baleiro em Cigarro, diz: "Os mortos sabem mais que os vivos. Sabem o gosto que a morte tem..." Sempre achei forte essa frase e ilustra bem o que quero dizer...
2- Recebi um comentário muito legal da Sabrina, do Blog "Sabrina pelo mundo" me sugerindo o livro "Comer, Rezar, Amar" que há tempos quero ler e pela dificuldade e falta de tempo não rolou... Josi também já perguntou se eu já tinha lido. A Rosana Hermann falou bem em seu blog, a Bravo! fez um comentário ameno e com tanto apelo estava curiosa mesmo. Valeu Sabrina, vou comprar em breve.
Aproveito e dou a dica pra todo mundo. Acessem o blog da Sabrina, está em Petiscos http://sapelomundo.blogspot.com/ É bem bacana e dá dicas de intercâmbio, lugares legais etc.. Estamos trocando figurinhas agora..
3- Consegui terminar também o texto da coluna Ócio, Viagens e Gastronomia do Jornal Cazumbá. Este mês irei falar de Petiscos de Bar. Ah, mas deu prazer escrever... Até mais do que falar da cerveja no mês passado... É que andei descobrindo umas particularidades, como a "cafofa", uma farofa feita com tripinha de porco, típica do Piauí. Adorei saber!!!!
O Jornal ainda não saiu! Só 10 de dezembro.
4- Hoje estreiei um outro BLOG. Num portal do Meio Norte< http://portalcostanorte.com/>. O nome é ócio, viagens, gastronomia e etc... Desse jeito mesmo com o etc... pois meu editor faz questão de que eu fale de tudo! Adorei o convite. Tô com mais uma responsa e agora mais antenada do que nunca... Preciso agendar meus horários de dormir daqui pra frente.
O post de boas vindas já está no ar. Acessem pra ver e opinar. http://www.portalcostanorte.com/blogs/beatrice_borges/61171.html .
Aqui, por hoje é só.
Ainda vou terminar dois textos, arrumar o quarto e preparar o espírito pra amanhã.
Boa noite e obrigada por tudo.

Amolador de facas

Estava há umas duas semanas com uma certa dficuldade pra cortar carnes, peixes e frangos.
Todos os dias ao chegar em casa no início da noite, quando providencio meu almoço do dia seguinte, lá vinha o suplício. Revoltei-me mesmo quando tive que cortar um tomate e nada. A sapeca da faca não queria mais cortar!
Algo simples, não?
Não!
A primeira indagação foi: quando comprei essa faca ela tava amolada ou sempre foi assim sem corte e eu que não percebia?
Passada a primeira, que continua sem resposta, me veio a segunda: aonde amolo uma faca? Ainda existem amoladores de faca? Essa profissão ainda existe ou como muitas outras, caiu na clandestinidade?
Bom, ao contrário do cara que conserta máquinas de escrever, o amolador de facas deveria existir pelo simples fato de que todo mundo ainda usa faca. Rico, pobre, gringo e brasileiro.
Pois é, mas aí veio a minha grande peleja do dia: ninguém, absolutamente ninguém sabia onde se amola uma faca!
Mudei o alvo e fui perguntando para os mais velhos (sempre sabem mais). Três respostas desencontradas. Ou há tempos eles não amolam facas ou outras pessoas fazem isso pra eles!
Pensei: puta que pariu, só eu neste mundo amola uma faca, gente?
Minha memória foi bater lá em casa (a casa da mãe da gente, é sempre a nossa casa...) e não conseguia lembrar da mame fazendo isso. Lembro-me da nossa preocupação em amolar os alicates de unha (claro, uma casa de vaidosas!), mas faca? Nã nã ni nã não.
Saí de casa com a tal faca enrolada dentro da bolsa. Não tive bancos pra ir hoje, graças a Deus! Ser barrada por suspeita de assalto por conta de uma faca cega, seria de morrer. Também saí mais cedo do trabalho para resolver meu perrengue doméstico e andei. Andei. Andei. Andei. Andei. Perguntei. Perguntei e perguntei.
Na última possibilidade, o moço que vende gaiola (?!?!) me indicou um chaveiro que como serviço agregado, amola qualquer tipo de coisa.
Nonato Chaveiro ou vulgarmente conhecido pela alcunha de Jacaré.
Seu Jacaré estava fechando as portas, afinal o relógio já marcava 6h da tarde, mas abriu uma exceção pela minha súplica nordestina: por favor, o Sr. pode amolar essa faca pra mim?
Aê! Serviço feito, perguntei aonde mais se amola faca em Parnaíba e uma revolução dentro de mim aconteceu! Seu Jacaré me disse mais uns três lugares próximos da minha casa parnaibana e singelamente, agradeci com um sorriso maroto. Respirei e balbuciei: "Tava perguntando pro povo errado"...
Aproveitei e bati um papo com ele, tirei umas fotos e ele afirmou que dá pra viver de fazer chaves e amolar facas. Um serviço só não dá, mas os dois, sim!
Ainda salientou que faz mais chave, por que faca o povo amola em pedra, na ruas, em calçada...
Cacete, como não tinha lembrado disso???

segunda-feira, 24 de novembro de 2008

Livros, por que não lê-los?

Tô muito dessarrumada em relação a livros esses tempos. Justifico dentre muitas razões a falta de uma boa livraria por essa bandas... Jó, minha querida amiga pediu que eu falasse mais de livros.
Fiquei pensando e é engraçado. Há tempos tenho sentido falta de temas como esse aqui. Eu, por exemplo, se fosse visitante do BLOG ia querer dicas sim, mas como estou sem opção de compra e tenho me virado com o que consigo trazer na mochila da minha biblioteca particular e antiga, vou me conformando...
Vou atualizar aqui só pra me obrigar a terminar de ler tudo que tá pela metade em cima da minha cama, ali do ladinho. Nada novo, nem tampouco extraordinário, mas preciso terminar! Me livrar dessas amarras literárias!!!
Já disse aqui que leio vários livros ao mesmo tempo e não termino nunca, não é? Pois na semana passada consegui terminar de ler pela segunda vez "A décima segunda noite" do Veríssimo. Reli pra ver se não tinha me enganado, se não tinha deixado passar alguma coisa importante, já que o Veríssimo é o Veríssimo e ainda é o meu favorito, mas que nada! Não teve jeito. Não gostei!
Consegui dar fim à "A Cidade do Sol" de Khaled Hosseini. Bom.
Terminei também pela segunda vez 'Eu sei que vou te amar" do Jabor. Josi me deu, pois disse que essas loucuras improváveis parecem comigo. Gostei e não gostei. Não sei explicar, mas percebe-se claramente os pensamentos antagônicos entre bicho homem e bicho mulher.
" A menina que roubava livros" está com uma amiga, já que todas as noites, abria e nao tinha saco pra terminar.
"O retrato de Dorian Gray" de Oscar Wilde, já está no finzinho. Recomendo mesmo. Promessa que fiz pra Mamá. Até o Natal termino.
Tô quase terminando "As cinco pessoas que você encontra no céu" de Mith Albom. Nada demais!
"A paixão Segundo G.H. da Clarice é pra quem gosta mesmo... loucura, loucura, loucura. Tô do início pro meio, rsrs
"Paixão emagrece, amor engorda" de Sonia Hirsch, comprei em Congonhas pra esperar o horário do vôo. Achei bacana. Dicas e receitinhas pra viver bem. Terminei no avião!
Trouxe agora: "O Homem mais rico da Babilônia" de George S. Clason por indicação de queridíssima Wilnete Carvalho, pra ver se aprendo a lidar com dinheiro. Não comecei;
Trouxe também "O opositor" do Veríssimo e "As intermitências da morte" do Saramago, que claro não comecei nenhum dos dois.
Para 2009, tenho muitos planos infalíveis de leitura, como ler Gullar e voltar a saborear Pedro Juan Gutierrez, sem falar na promessa que fiz a Kátia de ler algo do PAMUK, que reconheço ser uma falha, mas me perdoem pela falta de tempo e de livros.
Tempos difíceis...
Pra entender mais...
As análises superficiais e sem fundamentos para as obras citadas neste post são pessoais e intransferíveis. O que ainda estou por terminar, assim que conseguir, virão com comentários mais sensatos.
Os que consegui terminar de ler em meio ao tsunami que vivo de março pra cá, estão aí bem fundamentadas, rsrs.
Boa noite!
ócio, viagens e gastronomia

"Para você"

Vencedora do Festival Sabor dos Lençóis

































O Festival Gastronômico Sabor dos Lençóis encerrou ontem e vejam a vencedora do certame: Adriana Aragão do Restaurante Pimenta de Cheiro com o prato Filé de Camarão ao molho de caju e champignon. Um luxo, não???
Em breve faremos uma visitinha ao Restaurante. Aguardem comentários por aqui...

Aí vai o endereço do Pimenta de Cheiro (funciona na Pousada do Rio):

Rua Cazuza Ramos, 700 - Carnaubal /Barreirinhas – CEP 65.590-000 /Fone (98) 3349 1255 /Fax: 3349 0056


Ócio, viagens e gastronomia

Elas foram em Santo Amaro!!!!


Olhem que bacana essa foto!!!!
Célia e as amigas do curso de meio ambiente do Instituto Florence foram a Santo Amaro/Ma agora de 14 a 16 de novembro e resolveram enviar para gente!!!
Foram a trabalho. Estudo exploratório para a implantação de um projeto de conscientização ambiental e adoraram tudo que viram por lá. "É um verdadeiro paraíso aquele lugar e é por isso que temos a responsabilidade de envolver as crianças para que cresçam conscientes do seu papel dentro da comunidade" afirma Célia.
Dentro da viagem de inspeção, os alunos já puderam observar alguns impactos ambientais proporcionados por visitantes sem responsabilidade como um acúmulo de lixo próximo à região de Betânia, mas isso não desanimou a galera. Pelo contrário! Todos estão mais motivados ainda a implantarem o projeto.
Como ninguém é de ferro, o grupo aproveitou para um passeio de toyota até as lagoas e o cenário para a foto não poderia ser mais perfeito!!!
Valeu Celinha pelo apelo ambiental, pelo compromisso e por nos enviar essa pérola de foto! Parabéns a todos do Curso.
Os visitantes do BLOG agradecem...

sexta-feira, 21 de novembro de 2008

BLOG fez aniversário e não fez!



Meu povo!!!!


O Blog fez um ano e eu não lembrei!!!!!!!!!! Me arranjem rápido um incrível "sansão socator tabajara" para me encher de socos. Fortes, arrebatadores. Na cara e no corpo todo! Onde já se viu isso???? Tinha que ser o Chaves. Oh, não! Como pude passar batido? Já diria Lu: "corta o pulso em mosaico e morre".

O Blog fez um ano dia 10 de setembro, não foi assim, anteontem... Puxa vida. Tempo tão pouco pra vida e tão longo pro Blog...

Quando iniciei, acreditava que conseguiria ficar uns 4 meses escrevendo uma vez por semana e que iria excluir tudo, porque quase nunca gosto do que escrevo, mas aí, as coisas foram acontecendo, as pessoas acessando e eu fui gostando do ofício (não necessariamente do que escrevo)!

Hoje, sou uma viciada no sentido literal da coisa. É dependência. Compulsão. Frenesi.

Além de escrever, me obrigo a ler mais, me informar mais para poder transcrever minhas análises de tudo e compartilhar com amigos e curiosos tudo que vejo por aí!

Sinto-me hoje com a obrigação de melhorar a cada dia. Melhorar para que todos que nos visitam gostem dos textos, dos conteúdos e das pitadinhas que costumo temperar.

Recebo diariamente e-mail's carinhosos, alguns um tanto ásperos, mas respondo todos. Vocês não sabem o prazer que é, abrir minhas caixas de e-mail's (que são 4) e ter um recadinho por lá, propondo temas, reclamando que não falei dele ainda e também fazendo perguntas.

Não consegui ainda é escrever sobre tudo que gostaria nem tampouco o que propõem, mas é por pura falta de tempo mesmo.

Coragem eu tenho. Vontade também. Dinheiro não!


Pra comemorar então essa data tão festiva (ic! ic!), vou fazer uma experiência híbrida: uma autêntica entrevista onde a entrevistada é a Editora do Blog e a entrevistadora é uma criatura que fala pelos cotovelos, ou seja, eu mesma!


- Há quanto tempo o BLOG está no ar?

- Há 14 meses e 11 dias.


- E o nome. Como surgiu?

- Ah, não sabia que nome colocar, só sabia que escreveria sobre esses três temas, que para mim, sempre estiveram transparentes na minha escala de preferências na vida, mas aí na hora de criar o blog, fui escrevendo e saiu essa miscelânea. Confesso que hoje gosto bem mais do que antes...


- E o que você mais gosta nele?

- Bom, eu gosto dos comentários da galera, dos visitantes. Eles deixam recadinhos que sempre aproveito para outros textos


- O que te inspira pra escrever no BLOG?

- Olha, basicamente tudo! Tudo que vejo e faço, dá pra escrever e virar um post, mas aí lembro que tenho que focar tudo em ócio, viagens e gastronomia. Penso até em reativar um antigo BLOG pra ser de variedades, mas aí teria que pedir demissão pra poder me dedicar e ainda não saiu o ganhador da mega-sena desta semana... tô esperando sair meu nome, aí, tô feita!


- Quantos acessos você tem em média?

- Olha, eu não fiz ainda tin tin por tin tin. É pouco, mas nos últimos dois meses (quando comecei a contabilizar), a média foi de 1600 acessos. Pra quem ia excluir o BLOG até outro dia... acho razoável. Quero melhorar esse número.


- Você está feliz com isso?

- Muito feliz. Muito mesmo.


- Planos para o futuro?

- O BLOG tá em processo de mutação. Tô o transformando em site com o BLOG inserido na página. Vai ser um portal de entretenimento. Puro ócio, viagens e gastronomia, onde todos poderão postar fotos das suas viagens e aventuras no tópico "EU FUI", descrever quem são as "FIGURAS" das suas vidas", divulgar suas receitas e ainda muita coisa que tô preparando. Mas isso é surpresa e sem data para acontecer. Estou "nas preliminares"...


- Recado pro visitante?

- Muito obrigada por tudo, volte sempre e aguarde as novidades! Ah, consuma também a coluna Ócio, viagens e gastronomia no Jornal Cazumbá. Lá tem textos que não aparecem aqui no BLOG!


- Obrigada!

- De nada!


IMPORTANTE:

Em função desse lapso horroroso, vou passar o final de semana pensando em alguma espécie de comemoração... vou pensar e tentar descolar uma grana! "Ô peleja difícir, sô"

Galeria Figuras_ parte 2

Trouxe agora uma outra figura: Seu Duroca!!!
Ele tá sempre assim: de calça comprida, cinto, blusa arrumadinha, chapéu e um facão pendurado na cintura!
É uma criatura preocupada. Se preocupa quando estou doente, quando esqueço minha chave, quando estou viajando e quando falo que vou embora.
Hoje mesmo, Samara, Aline, Seu Hugo e Igor a cada vez que entravam na agência ele repetia: "Ôh, D. Bia tá muito gripada, tô preocupado com ela". Não é fofo, gente?
Todo mundo gosta dele. É vigia do prédio que trabalho (por isso o facão!). Animado, beijoqueiro e falante, está sempre pronto pra fazer os favores que necessito quase que diariamente, como ir na vendinha comprar um suco, uma refri, um lanchinho ou algo parecido.
Descobri recentemente que é saxofonista, mas quer adquirir um instrumento novo, já que o de estimação, na partilha da separação, ficou com a mulher.
Não consigo descrever o por quê do Seu Duroca ser uma figura, mas garanto que é!
A começar pelo apelido, ele é único. Seu jeito de andar traduz sua ternura e e seu rosto reflete a vida dura que tem que levar até hoje.
Uma outra figura em Parnaíba...
- Quando conquistou meu coração? quando um dos seus filhos trouxe um suco de acerola num copinho todo decorado pro seu almoço e ele veio correndo, entrou na minha sala, me deu de presente e ainda disse: se a senhora tá feliz, eu tô "sastifeito"!
Apaixonei na hora!

Lu e Eduardo também foram na "Luzia"


Gente, olhem que bacana!

Lu e Dudu (para os amigos) também estiveram na Luzia saboreando os famosos camarões e mandaram até foto pra provar!!! E aprovaram tudo!!!!
Esses aí, vou dizer heim... Viajam muitttooo!!! Só este ano, já foram pra Barreirinhas, Fortaleza, Noronha e Floripa. Será que gostam de ócio, viagens e gastronomia?????
Valeu amores!!!!! Adorei!!!!! Saudades...

P.S. Mandem gente, suas fotos e relatos das viagens pra eu publicar aqui...
P.S.2 Foto: um transeunte dos Lençóis...

Até mais,

quinta-feira, 20 de novembro de 2008

Preciso entender?

Sinceramente não tô mais entendendo nada. Quando alguém se intitula "Agitador Cultural" ele é basicamente o quê?
E "Diretor Criativo"? Por acaso, todo Diretor não tem que ser?
E ser um "Cosplay"? Leva o ser humano a que mesmo?
E agora mais essa: "Crossdresser". Faça-me o favor...

quarta-feira, 19 de novembro de 2008

Ó o convite para o Festival aí gente!


Cordel, uma paixão!

Sei que o dia tá acabando, mas não poderia deixar passar batido o Dia do Cordelista. Logo eu, que adoro tudo que vem do povo, do Nordeste, de tudo que tem letras, palavras, sonoridade, rima...
Lembro que a única pessoa que já me trouxe de presente Cordéis de Pernambuco foi Lenar(zinho). Que presente! Adorei. Pena não estar com a minha vida inteira aqui e agora. Tiraria fotos dos meus cordéis pra expor pros visitantes do Blog, mas ficam aí as congratulações pra esse povo "arretado", "porreta", que não deixa a peteca cair e continua produzindo cultura popular imortalizando nosso jeito de ser e de viver, mesmo com todas as dificuldades.
Salve, salve, o Cordel!
Salve, salve, Leando Gomes de Barros, o primeiro cordelista que se tem notícia;
Salve, salve, Ariano Suassuna e muitos outros que se inspiram no povo pra nos fazer rir e nos orgulhar.
Salve, salve, a música "Invocação para um dia Líquido" que o Cordel do Fogo Encantado tanto canta e profetiza bem!
Pra encerrar deixo os versos do poeta Zé da Luz, que como diz Lirinha do Cordel: " ele acreditava que pra falar de amor, tinha que falar bonito"
"Se um dia nois se gostasse
Se um dia nois se queresse
Se nois dois se empareasse
Se juntim nois dois vivesse
Se juntim nois dois morasse
Se juntim nois dois drumisse
Se juntim nois dois morresse
Se pro céu nois assubisse
Mas porém acontecesse de São Pedro não abrissea porta do céu e fosse te dizer qualquer tulice
E se eu me arriminasse
E tu cum eu insistisse pra que eu me arresolvesse
E a minha faca puxasse
E o bucho do céu furasse
Tarvês que nois dois ficasse
Tarvês que nois dois caisse
E o céu furado arriasse e as virgi toda fugisse"
Até a próxima,

A informação tá no Blog, você não leu?

A vida da gente é uma informação. Uma não, várias! Como viveríamos se não soubéssemos do que acontece ao nosso redor? Como íamos compor nossos papos de bar, nossas conversas em volta da mesa do almoço? E o que seria do telefone? Nem o celular existiria...
O fato é que o mundo cresceu tanto, globalizou-se a tal ponto, que não conseguimos mais acompanhar tantos acontecimentos. É jornal impresso, rádio, TV, revistas, Internet, e-mail, torpedos, telefone, podcasts, fofocas e agora, também a nova mania mundial: os BLOGS. Você já parou pra ler outros Blogs que não seja esse aqui? Já viu a diversidade de assuntos, temas e objetivos?
Como viciada assumida, quis escrever sobre este tema para que você não fique para trás e saiba do que estamos falando. Ops, saiba do que o mundo agora fala, escreve e lê.
Um Blog é um diário eletrônico. Não é um flogão como muitos pensam, flogão é álbum. Blog não é site. Também muitos pensam errado. Blog em nada parece com ORKUT. Blog é um diário de opiniões pessoais e intransferíveis. Cada dono de Blog é responsável pelo seu conteúdo e gerenciamento de informações e depoimentos. Serve pra divulgar suas idéias e opiniões, destinos turísticos, projetos, “cases” de sucesso, flagrantes, denúncias e abaixo-assinados só pra exemplificar rapidamente.
O sucesso dos Blogs é tão grande que já existem mais de 133 milhões deles espalhados pela blogosfera. Dos mais diversos temas. Tem pra todos os gostos. E o interessante é que hoje viraram referência para notícias, jornais e até para trabalhos científicos, acreditem!
Blogar significa inserir um post sobre um assunto qualquer, que na maioria das vezes é bem atual. Normalmente algo que aconteceu recentemente e interessa ao público daquele Blog. É fato também que existem formatos diferentes como os blogueiros que utilizam para a publicação de textos mais formais, mas originalmente quanto mais informal e atual, mais visitado é seu Blog.
Todos os grandes portais da Internet do mundo e do Brasil possuem os seus. Virou uma coluna obrigatória. A coisa tá tão organizada e séria que é pauta diária entre muitos editores dos diversos jornais e outros veículos do País. Hoje, todo bom comunicador precisa dar uma visitada nos principais Blogs do País e saber a opinião de todo mundo.
A Revista Época, desta semana (de 16 a 23 de novembro) traz como matéria de capa os “80 BLOGS que você não pode perder” e fundamenta a importância dessa ferramenta hoje no mundo. Este texto aqui, tratando da importância dos mesmos, escrevi em janeiro deste ano para publicar e esqueci. Achei hoje mexendo em antiguidades. Pra vocês verem como é a informação...
O quê, você não leu a última?

Eu fui na "Luzia" em Atins



Pra inaugurar o tópico "Eu fui", foto de puro ócio na Luzia, láaa em Atins/Ma.

A "Luzia" tem um tempero especial.

Pra se chegar lá, percorre-se 1h andando pelas dunas à partir de Atins. Para se chegar em Atins, percorre-se 2h de barco à partir de Barreirinhas.

É, realmene não é fácil chegar até alá, mas compensa. O camarão tem uma textura incrível, um sabor único que só ela sabe fazer.

Você ainda pode deitar numa rede e ficar esperando o tempo passar... Isso é que é vida.

Qualquer agência de receptivo em Barreirinhas leva você até lá. Já saiu na Folha de São Paulo, na Época e o Ricardo Freire vive recomendando... Vale a pena conhecer!

Na foto, euzinha fazendo o que mais gosto: ócio criativo!!!


Foto: Italo Genovesi

"Eu Fui"

Meu povo!


Vou abir uns tópicos novos no blog! Tô pesquisando e arrumando a casa.
Uma das idéias é incluir o tópico "Eu Fui", que serão fotos dos lugares que os amantes de ócio, viagens e gastronomia perambulam por aí.
Colaborem pra fazer o BLOG mais divertido e interativo e aproveitem para divulgar suas viagens e andanças pelo mundo. Mandem fotos em lugares convencionais ou inusitados, restaurantes, bares, ruas, praças etc e façam uma breve descrição do lugar com dicas, alertas, comentários ou como sugestão de visita mesmo. Não esqueçam dos créditos da foto por favor!!!

Festival "Bar em Bar"

O Festival Bar em Bar foi lançado em São Luís, segunda (17), pela Associação Brasileira de Bares e Restaurantes - Seccional Maranhão (Abrasel-MA ).
O lançamento aconteceu durante um coquetel no Restaurante Feijão do Corda II, ao lado da Casa de Veraneio do governo (São Marcos).
Na ocasião, estiveram presentes empresários de hotéis, pousadas, meios de hospedagem, bares, restaurantes e similares, além de jornalistas e colunistas. A segunda edição do festival gastronômico Bar em Bar acontece até 14 de dezembro nas principais cidades do Brasil e oferece ao público a oportunidade de degustar porções especialmente escolhidas para o festival, a preços diferenciados e que representem os bares. Uma comissão julgadora elegerá o melhor estabelecimento da cidade. Serão escolhidos os melhores bares nos quesitos atendimento, porção, higiene e bebida mais gelada. A votação acontece via internet no site http://www.barembar.com.br/. Mais informações: pelo telefone (98) 3246-0241 e/ou na sede da Abrasel-MA, localizada na rua 15, quadra 40, casa 27, Residencial Pinheiros 1.
Fonte: Cazumbá On line

Festival Gastronômico em Barreirinhas

A primeira edição do Festival Gastronômico- Sabor dos Lençóis, na cidade de Barreirinhas, acontecerá no dias 22 e 23 deste mês, das 17h às 22h. O evento é voltado para turistas e moradores da cidade, que poderão degustar de pratos regionais servidos em pequenas porções. O festival é organizado por empresários do setor de alimentos e bebidas de Barrerinhas, o Sebrae e demais parceiros. A proposta do evento é apresentar o que os restaurantes da cidade oferecem de melhor da culinária regional, mas com novas leituras e inovação no uso dos alimentos típicos da região. Além da degustação de pratos comercializados na praça de alimentação do festival, no período noturno, os visitantes poderão se divertir com as atrações no espaço cultural montado no local. No domingo, acontecerá o concurso de culinária, quando os participantes apresentarão para uma banca de jurados receitas de suas autorias, com ingredientes típicos da região. A receita vencedora será representante oficial da gastronomia barreirinhense. O festival conta com a parceria da Prefeitura Municipal de Barreirinhas, Secretaria de Cultura do Estado, Banco do Nordeste, Agrolusa, Banco do Brasil, Dimab, Restaurante Ícaros e Imagine Comunicação.
Fonte: O Estado do Marnahão

domingo, 16 de novembro de 2008

Prêmio bola murcha da música

Dá pra alguém me explicar o por quê desses artilheiros do campeonato brasileiro terem os piores gostos musicais possíveis nesse mundo? Cruz credo!

Ó, vou começar minha semana mais cedo! Saio às 5h para Tutóia para conhecer uma bioconstrução. Volto no final da tarde. Até lá, sem posts!

Uma semana bacanona pra todo mundo!

sábado, 15 de novembro de 2008

Os 12 mandamentos da viagem de ônibus

Esta semana cheguei na viagem nº 30* nos trechos entre o Ceará, Piauí e o Maranhão de ônibus! Número razoável para dar a noção do significado disso por essas bandas.
Sem muito analisar os terminais rodoviários quase sempre precários, os banheiros dignos de revolta e as muitas estradas mal conservadas, o que mais me impressiona é o "traquejo" dos usuários. Digo que hoje já consigo "pré-sentir" o comportamento das pessoas somente pelo jeito com que entram no ônibus.
Sem falar que agora mais do que nunca, depois de tantas andanças, considero ônibus um local de meditação. Pôxa, as pessoas não se conhecem, então você senta, recolhe-se ao seu mundo e bota a cabeça em ordem. Dá até pra engatar uma nova boa idéia, quem sabe...
Escolhi alguns petiscos de presente para a galera que visita o BLOG, pq esses sim, não entram em roubada. Quem entra primeiro sou eu! Aí vão eles:
1) Só entre no ônibus quando ele já estiver quase saindo. Assim você evita escutar todas as conversas de celulares entre os seus vizinhos das poltronas ao lado, atrás e na frente. São péssimas, diga de passagem. Você ouve desde a namorada descobrindo que o namorado não está em casa até o "viado" marcando com o "muleque" horas depois;
2) As poltronas das duas primeiras filas costumam ser ocupadas por velhinhos falantes. Como falam meu Deus! E ainda querem ir falando com o motorista. Ah, tem crianças também e se você tiver a sorte de ir ao lado de uma mãe com seu pimpolho, prepare-se para dividir a sua poltrona com as pernas do bendito. É a noite inteira. Se for de dia, prepare-se para ter que falar com o moleque e ter que dar algo seu pra ele parar de chorar!;
3) As últimas poltronas são sempre dos apressados, cheios de imprevistos, mal planejados ou de casais de namorados. Sempre rola uma orgia... Já flagrei uns "pegas" de responsa. Bem ali na porta do banheiro...;
4) A galera do meio é mais ou menos normal, mas lembrando que toda regra tem exceção. Neste caso, muitas mesmo!;
5) Leve sempre uma manta ou algo parecido. Sempre faz frio a noite, mas prepare-se pra ver os mais variados estilos. Tem lençol, rede que se joga por cima, três blusas, macacão, meias, muitas meias. Lembrando também que todo mundo ao acordar (incluindo a minha linda pessoa) parece que tava andando de moto! Uma desgraça pública!; Em ônibus sem ar condicionado (muito comuns em viagens intermunicipais), esqueça qualquer regra!;
6) Prepare-se para os mais variados tipos:
o garanhão, que sempre vem com uma conversa mole pro seu lado;
o brega, que vem com aquela jaqueta jeans pré-lavada e ainda carrega consigo um velho "mullet";
o super brega, que liga o celular pra ouvir música e a mais bacana é sempre uma do Bartô Galeno ou do finado Adelino Nascimento. Mais pras bandas do Ceará é um forró pra enjoar de tanto ouvir (agora tem um tal de forró do muído. Ai meu Deus, e eu que pensei que um dia isso ia acabar...);
7) Leve sempre um dinheirinho trocado. É incrível como sempre nas paradinhas entra alguém vendendo umas coisinhas gostosas de comer: milho cozido (hummm) e assado, pêta, água, pastel de carne (hummm), paçoca (hummm), laranja cortadinha, maçã, refrigerantes etc. Repare que eu não disse nutritivas, heim?
Outro dia no trecho Parnaíba/Teresina, na paradinha antes de Piripiri, me entra um senhor com uns milhos tão cheirosos, mas tão cheirosos que só eu resisti e não pude comprar por conta do bendito aparelho! Aff!!!
8) Coloque seus sacos, mochilas e sacolas próximos a você, pois nas paradas não há uma senhorita bonita lembrando para que não esqueça seus pertences de mão e para ter cuidado ao abrir o compartimento pois eles podem ter se deslocado durante a viagem... semana passada caiu uma bolsa na cabeça do meu vizinho. Por pouco não foi em mim. É só roubada nessas minhas andanças. O que eu não faço por vocês, heim?
9) Está sem saco para conversas bobas? Abra logo um livro e faça cara de poucos amigos! Dar boa noite, embora seja necessário e prudente, já é meio passo pro vizinho puxar assunto;
10) Faz questão de ir na janela? Vá com seu tkt em mãos. Tem sempre um fulaninho no seu lugar perguntando se ele não pode ficar ali...
11) Não tem jeito! O ser humano é um ser falante. Em todos os lugares e principalmente no ônibus, as pessoas falam. Alto. De tudo. Falam mal de outras. Chamam palavrões. Querem chamar a atenção. Dizem alto o que não tem coragem de falar em outros lugares. São mal educadas. E enchem o teu saco!
12) Muito cuidado com bêbados e mal cheirosos. São muitos. O bêbado cai por cima de você! Exala cachaça. Passa do lugar que ia descer! Puxa assunto. Fala merda e te faz rir sem querer. Os mal cheiroros não tem jeito. Contente-se em chegar em casa com a mesma "inhaca" do seu vizinho. Não basta estar viajando, tem que participar!!!
Até a próxima viagem. De ônibus!
ATENÇÃO ATENÇÃO ATENÇÃO ATENÇÃO ATENÇÃO ATENÇÃO
Essas regras valem somente para viagens nos trechos entre o Maranhão, Piauí e Ceará, já que as pessoas possuem a mesma (anti) cultura comportamental preocupante e irritante.
* a contar do início de 2008

quinta-feira, 13 de novembro de 2008

sexta-feira, 7 de novembro de 2008

Até a próxima


Tô viajando e atarefada, portanto não vou postar até a semana que vem.
Quero aproveitar esse recadinho e lembrar que o Cazumbá tá saindo do forno e tá quentinho, cheio de novidades. Essa edição tem nada mais, nada menos, que uma matéria sobre a megalópole, a mais que demais metrópole maranhense... HUMBERTO DE CAMPOS!!!! (não é pra rir, é pra concordar!). Vocês vão adorar as histórias e "causos" da cidade. Escrevi com muito carinho.
Tem também na coluna Ócio, viagens e gastronomia um texto sobre a cerveja. Não é novidade pra ninguém que adoro tomar umassssssssssssssssssssss biritas (digo, cervejasssssssss), e claro, tô elevando as danadas ao nível de paixão nacional.
Em todas as bancas. Para assinar acessem www.jornalcazumba.com.br

Pra terminar e pra relaxar, deixo uma das fotos mais bacanas da semana passada...

Bom final de semana e até a próxima...

quarta-feira, 5 de novembro de 2008

Ricardo Freire

Este post não é patrocinado!
Não sou amiga do Ricardo Freire, mas reconheço as habilidades e feitos de quem quer que seja. E parabenizo. E divulgo se possível!
Neste caso, gosto do cara! Quando crescer, quero ser parecida com ele...
Para aqueles que não sabem quem é Ricardo Freire e muito menos sabem da sua importância, os livros dele estão aqui (para entender o post "É lençóis, é nóis!")

Inté

Doação de Paulinha

Meu povo!!!

Tenho amigos muito caridosos. Muito mesmo!!! Paulinha colaborando com este humilde blog, doou uma logomarca para ilustrar os posts. Não é lindo isso? E vejam que o cenário não poderia ser mais perfeito: duas cadeirinhas de praia com um guarda-sol, duas cervejinhas e os chinelinhos de férias. Cenário perfeito para relaxar, aproveitar e degustar ócio, viagens e gastronomia. Adorei Paulinha! Obrigada mesmo.
A única ressalva é que ela me mandou um e-mail com o conteúdo abaixo. Agora vejam se eu aguento? Agora em troca das logomarcas tenho que rezar toda noite por essa criatura. Francamente...

"ORAÇÃO DE AGRADECIMENTO - Senhor, obrigada por ter colocado em minha vida essa pessoinha maravilhosa, única, ímpar, linda, gostosa, que todos os dias alegra minha vida com suas idiotices e que faz as melhores criações pra mim (e não me cobra por isso). Senhor, continue olhando por ela para que ela continue me aturando por muitos e muitos anos"

Valeu Paulinha! Tô te devendo o texto, mas vai sair...

E pra ilustrar mais ainda a oração de Paulinha quando ela fala de "aturar", vejam um comentário fantástico sobre o texto de canhotos:

"eu morria de vontade de ser canhota, eu até escrevo um pouquinho (torto mas escrevo) com a mão esquerda, axo lindo, mas depois do teu texto, naum quero mais naum"

Até a próxima gente!

segunda-feira, 3 de novembro de 2008

É Lençóis, é nóis!

Na edição anual de Turismo da Época, o Ricardo Freire* aponta os Lençóis Maranhenses como o quarto mais importante "Ecodestino" brasileiro.
Vindo de quem vem, creio aí num incremento bom pro nosso lado. Ele classifica os Lençóis como "o deserto de lagoas" sem igual no planeta. Sugere Santo Amaro também e ainda uma incursão até a Queimada dos Britos. Boa Dica. Muito boa mesmo!
Na mesma matéria, quando classifica o sétimo lugar e cita o Jalapão, ainda traz essa: "o Jalapão não provoca experiências transcendentais como a Chapada Diamantina ou o deslumbre absoluto dos Lençóis Maranhenses, mas pode ser divertido". Que moral, heim? Não tô me aguentando, rs.
Ainda como décima opção(vejam que bacana!), ele se diz em dúvida com tantas opções e manda a Chapada das Mesas/Carolina como umas dessas.
Bingo!!!!

* Ricardo Freire é turista profissional e uma das maiores referências para o assunto no País. Para saber mais sobre ele, em "Petiscos", tem o link do Blog do cara!

domingo, 2 de novembro de 2008

O fato de ser canhoto...

O mundo é dos destros! Os engenheiros, cientistas, arquitetos e pensadores são destros. É a única explicação para um mundo tão excludente. Você já tinha parado pra pensar nisso?
Licença aí pra falar desse assunto que nada tem a ver com ócio, viagens e gastronomia, mas fiquei bem sensibilizada com isso há um tempinho atrás. Confesso que não tinha noção disso. Nunca convivi com canhotos na família. Nunca tive namorados canhotos nem tampouco amigos. Não que eu lembre!
Hoje convivo com dois amigos. Um bem resolvido e outra sobrevivente, mas incorfomada!
Quando Aline me falou da dificuldade em usar uma simples tesoura não acreditei! O quê? Uma tesourinha? Inofensiva para nós, destros? Pois é, para canhotos é um problema. Parei pra ver na mesma hora e realmente as tesouras têm uma bolinha menor que a outra para melhor se adaptar à nossa mão. Direita, no caso!
O abridor de latas foi de cortar o coração. Pelamordedeus! Já é difícil aprender a lidar com aquilo, imagina se você é canhoto! Como encaixar a saliência na lata fazendo força pro lado contrário? Pera lá, vamos começar com um manifesto pela modernização do abridor de latas, já que é um utensílio feio, grosseiro e antiquado. Aline, por exemplo, já desistiu. A tarefa de abrir latas é de qualquer outro membro da família. Dela não!
Esse mundo excludente também pode deixar traumas pra vida toda. Pensem comigo: todo mundo, pelo menos da minha geração pra cá, já teve quando criança um conjunto de pratinho, copinho e uma colherinha torta, não foi? Como é que um canhoto usa aquilo sozinho? A criança já cresce com uma fatia de mercado a menos, já se desenvolve com uma sensação de impotência, cruzes! Não tive tempo, mas vou pesquisar se já existe esse cojuntinho pra bebês canhotos. Isso sem falar nas carteiras da escola que vão deixando os bichinhos tortos. Haja sobrevivência. E brincar de corda, heim? Só se arranjar um grupinho de canhotas, por que caso contrário, tu rodas pra um lado e as destras pro outro. Que confusão meu Deus! Juro que não tinha pensado nisso nunquinha nessa vida!
Passados os traumas infantis, acrescidos aí da porta da geladeira, os botões de tv (hoje, minimizados pelo controle remoto) e todo o resto de botões e parafernálias do dia-a-dia, os canhotos chegam à fase adulta com outros, digamos, probleminhas.
Exemplo prático: caixa eletrônico. Lembrem aí. Os botões são todos de que lado? Direita, é claro. As chaves do carro são conectadas de que lado? O acelerador de motos e carros? Uma mariola pra quem acertar... E as folhas de cheque? Não, por essa eu não esperava, mas os canhotos sofrem com isso também.
Que mundo excludente meu Deus! Agora imaginem o mundos dos cegos, surdos, cadeirantes, manetas e pernetas...
Fiquei tão, mas tão impressionada com essa minha conversa em final de expediente que comprei uma tesoura de canhoto e dois abridores de latas pro povo da agência.
Italo penou pra encontrar, mas como em São Paulo tudo tem, agora Aline desfila com sua tesoura morta de chique e seu abridor estilizado (nada tem a ver com o nosso velho conhecido feio e grosseiro). Serginho, como desenvolveu um método de sobrevivência com tesouras, só ganhou abridor! Vou postar as fotos em breve, agora tô num lugar que posso chamar de excêntrico e não dá pra pôr...
Mas o fato de ser canhoto agora tá virando moda... lendo sobre microsegmentos ontem a noite descobri que o mundo dos canhotos pode ser encaixado com uma boa fatia de mercado e que os canhotos em um ano (de 2006/2007) duplicaram. Não é o máximo? Isso é o que eu chamo de acertar em cheio o assunto...
Espero ter deixado a dica e a reflexão.

sábado, 1 de novembro de 2008

Isso é Jeri

Mal cheguei do Rio, lá fui eu pra Jeri...
Gringo, pousada, hippie, gente, dunas, vento, gringo, pousada, restaurante, lanchonete, buggy, gringo, pousada, gringo, gringo, buggy, loja de souvenir, pousada, lanchonete, buggy, gente, gringo, pousada, cavalo, areia, areia, areia, pousada, gringo, hippie, pousada, capoeira, cabelo rastafari, hippie, pousada, gringo, gringo, garota de programa, areia, barraquinha de caipirinha, bugueiro, confusão, buggy, hippie, gringo e mais gringo...